Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 26 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Brasil é o último do Bric em ranking de competitividade

4 Dez 2006 - 13h00

O Brasil, empatado com o México, ocupa o último lugar no ranking de competitividade que reúne também China, Índia e Rússia, segundo levantamento da Amcham e do Movimento Brasil Competitivo divulgado nesta segunda-feira.

Brasil, Rússia, Índia e China formam o chamado Bric, grupo de economias emergentes consideradas como de maior potencial de crescimento.

"Não obstante as melhorias na qualidade de vida, o País ainda enfrenta o desafio de conseguir um crescimento sustentável e proteger a sustentabilidade do ajuste fiscal, através de uma eficiência maior do setor público", apontou o estudo, disponível no site da Câmara Americana de Comércio.

"Cada vez mais, há consenso de que a questão fiscal é o grande entrave ao crescimento no País."

O levantamento é composto por 24 variáveis distribuídas em três subgrupos: custo e disponibilidade de capital, custo fiscal e institucional, além de custo operacional.

Entre 2000 e o levantamento mais recente, o Brasil melhorou em 10 indicadores e piorou em 13. No indicador de "tempo de abertura de empresas", o País manteve-se com 152 dias.

Quando comparado aos países do Bric e o México, o Brasil apresentou melhora em dois indicadores --"leis trabalhistas" e "funcionamento da Justiça". Houve perda de posição em 14 indicadores e manutenção nos demais.

 

 

Invertia

 

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS