Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 5 de agosto de 2021
Busca
Brasil

Brasil é o país com o maior número de faculdades de Direito

15 Out 2010 - 10h12Por IG

O Brasil tem mais faculdades de Direito do que todos os países no mundo juntos. Existem 1.240 cursos para a formação de advogados em território nacional enquanto no resto do planeta a soma chega a 1.100 universidades.

Os números foram informados pelo representante do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o advogado catarinense Jefferson Kravchychyn. “Temos 1.240 faculdades de direito. No restante do mundo, incluindo China, Estados Unidos, Europa e África, temos 1.100 cursos, segundo os últimos dados que tivemos acesso”, disse o conselheiro do CNJ.

Segundo ele, sem o exame de ordem, prova obrigatória para o ingresso no mercado jurídico, o número de advogados no País, que está próximo dos 800 mil, seria muito maior. “Se não tivéssemos a OAB teríamos um número maior de advogados do que todo o mundo. Temos um estoque de mais de 3 milhões de bacharéis que não estão inscritos na Ordem”, afirmou Kravchychyn.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - ORLA TCHAU FRIO!!!
TCHAU FRIO: Nova onda de calor deve chegar na próxima semana, confira a previsão
SUPERÁVIT
Petrobras anuncia lucro líquido de US$ 8 bilhões no segundo trimestre
BRASIL - 20.026.502 INFECTADOS
Brasil ultrapassa 20 milhões de casos de covid-19
TRAGÉDIA NA RODOVIA
Caminhoneiro embriagado invade pista contrária e mata cinco pessoas
ASSALTO À LOJA
Bandidos roubam loja e trocam tiros com a PM; numa ação audaciosa: veja fotos e vídeos
DOENÇA DO SÉCULO
Vídeo: cantora alerta famílias após filho de 16 anos cometer suicídio; "internet está doente"
BRASIL - 558.432 MORTES
Covid-19: casos sobem para 19,98 milhões e mortes, a 558,4 mil
AMOR BANDIDO
Homem leva facada da esposa, perdoa e casal sai de mãos dadas da delegacia
CURA DA DIABETES
Brasil registra 1ª cirurgia contra diabetes tipo 2 feita com robô
BRASIL - 557.223 MORTES
Covid-19: Brasil registra 557,2 mil mortes e 19,95 milhões de casos