Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Brasil dá show contra a Bolívia, e lidera as eliminatórias

6 Set 2004 - 06h55
A Seleção Brasileira de futebol venceu a Bolívia por 3 a 1 e a desconfiança da torcida na volta ao estádio do Morumbi. Na última vez em que atuou em São Paulo, em novembro de 2000, o Brasil venceu a Colômbia por 1 a 0 e saiu de campo sob vaias e uma chuva de bandeiras.

Os gols da vitória foram marcados por Ronaldo, Ronaldinho (de pênalti) e Adriano, todos no primeiro tempo. Cristaldo descontou para a Bolívia no segundo tempo.

O Brasil soma agora 16 pontos e lidera as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2006. A Bolívia está na última colocação, com seis pontos.

Logo com um minuto de jogo, Ronaldo recebeu a bola de Edmílson dentro da pequena área e chutou com força para as redes. Era o que o treinador Carlos Alberto Parreira mais queria para acabar com uma possível retranca adversária.

A Bolívia não conseguiu corrigir seus erros defensivos e permitiu que a Seleção chegasse mais uma vez com perigo.

Aos 12min, Roberto Carlos cobrou falta e Roque Júnior dominou a bola dentro da área. Cristaldo se atirou na bola, mas acertou apenas o zagueiro brasileiro, que ganhou um pênalti. Ronaldinho cobrou no canto direito do goleiro e aumentou a vantagem para 2 a 0.

Encantada com o resultado, a exigente torcida paulista começou, aos 36min, a aplaudir e gritar olé quando os jogadores encostavam na bola.

Sem acertar nenhuma finalização em todo o primeiro tempo, a Bolívia não conseguiu também promover uma forte marcação e rapidamente sofreu mais um gol. Aos 44min, Adriano saltou alto na área e, de cabeça, desviou cruzamento de Ronaldinho para as redes.

No segundo tempo, Cristaldo se redimiu do erro. Aos 3min, ele chutou da entrada da área e a bola desviou na cabeça de Edmílson e entrou.

Depois do gol, a Bolívia passou a criar mais dificuldades para o Brasil chegar ao ataque. Mas Ronaldo, que tinha a torcida da namorada Daniela Cicarelli, estava disposto a marcar novamente.

Aos 29min, Roberto Carlos avançou pela esquerda e cruzou na área para seu companheiro de Real Madrid desviar com o joelho. O goleiro Fernandez fez boa defesa.

Mas o treinador Carlos Alberto Parreira estava disposto a fazer experiências. Com a vitória assegurada, mandou Robinho fazer sua estréia na Seleção Brasileira.

Ronaldo teve mais uma chance para aumentar o placar, aos 35min, do segundo tempo. Entrou na área em velocidade. Chutou em cima do goleiro. Três minutos depois, o artilheiro tabelou com Adriano e, em vez de chutar, perdeu mais uma oportunidade de fazer o quarto.

Aos 44min, Roque Júnior mandou a bola para as redes, após cobrança de escanteio. Mas o juiz apitou falta do zagueiro brasileiro, anulou o gol e não deixou que a torcida comemorasse mais uma vez.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada