Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Brasil ainda tem índice alto de tuberculose

2 Jul 2004 - 13h17
Representantes do governo e da sociedade civil estão reunidos até amanhã no 1º Encontro Nacional de Tuberculose. O congresso promove o debate sobre a prevenção à doença, a infecção de portadores do HIV e os novos métodos para o diagnóstico e tratamento. Em entrevista ao NBR Manhã, programa da TV NBR, o diretor de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, Expedito Luna, explicou que o controle da bactéria causadora da doença ainda esbarra na dificuldades que muitos brasileiros têm de receber cuidados médicos.

“O tratamento dura seis meses. Logo no primeiro mês, a pessoa apresenta uma melhora nos sintomas, acha que ficou curada e interrompe o tratamento”. Para ele, o trabalho das equipes de saúde da família espalhadas por todo o Brasil ainda é a maior garantia de acompanhamento médico até o final da doença.

Luna alertou que o sintoma mais evidente da tuberculose é a tosse com catarro por mais de três semanas. Dados do Ministério da Saúde apontam que a cada ano há incidência de 50 casos por 100 mil habitantes, ou seja, em torno de 80 mil casos por ano. “É um número alto para o nosso País, se consideradas as nossas condições, a expansão do nosso setor saúde. Fazemos menos do que deveríamos”, reconheceu Luna.

 

 

Agência Brasil


Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada