Menu
SADER_FULL
quarta, 27 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Bovespa sobe mais de 2%. Dólar recua mais de 1%

26 Set 2006 - 16h39
Influenciada por notícias favoráveis a algumas empresas brasileiras e pelo bom humor no mercado internacional, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) subia 2,24% nesta terça-feira, a 35.756 pontos e volume financeiro de R$ 2,009 bilhões.

No cenário interno, o dia começou com notícias de que a CVM havia aprovado a participação de acionistas detentores de papéis ordinários que também tivessem ações preferenciais na assembléia que decidirá sobre a reestruturação da Telemar. Com a expectativa de que a operação ocorra - devido à redução de exigências quanto ao quorum mínimo para a votação, as ações ordinárias da companhia lideravam o Ibovespa, com alta de quase 8%. Os papéis preferenciais, com peso de 4,724% no índice, também disparavam.

Outra decisão da CVM ajudou a melhorar a disposição dos investidores desde o início dos negócios. A autarquia determinou que a estrangeira Mittal faça uma Oferta Pública de Ações aos minoritários da Arcelor Brasil. A exigência segue o anúncio da siderúrgica gigante de fusão com a Arcelor na Europa. Com isso, as ações da empresa na Bovespa subissem 6,68%, para R$ 36,55.

O superintendente de vendas do BES Securities, Ricardo Schneider, lembra que indicadores positivos da economia americana ajudaram a impulsionar os mercados no exterior, o que também contagia a bolsa.

A confiança dos consumidores americanos subiu para 104,5 em setembro, contra 100,2 em agosto. A expectativa de analistas era de que o indicador ficasse em 102,3 no mês.

"Hoje assistimos à retomada de vários setores, como o imobiliário, com destaque para a alta dos papéis de Cyrela (7,69%), Gafisa (3,62%) e Duratex (6,95%). Neste caso, há a perspectiva de retomada de crédito para a construção no ano que vem", avalia.

Setores ligados a commodities também se recuperavam, conforme destacou o analista de investimentos Eduardo Roche, do Banco Modal.

Os papéis preferenciais da Petrobras subiam 2,08%, para R$ 39,10. As ações da Vale do Rio Doce, por sua vez, tinham alta de 2,96%, para R$ 38.55. Juntos, esses papéis têm cerca de 25% do Ibovespa.

No cenário externo, as bolsas européias refletiram as melhorias das perspectivas em relação à economia americana, e fecharam em alta. Nos Estados Unidos, o Dow Jones operava com ganho de 0,68%. O Nasdaq subia 0,42%, enquanto o S&P ganhava 0,59%.

No mercado de câmbio, o dólar tinha queda de 1,22%, a R$ 2,1930, apesar de uma atuação do Banco Central no mercado à vista. O BC também realizou nesta terça-feira um leilão de swap cambial, rolando mais de US$ 200 milhões.

 

Globo Online

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Julgue com justiça
LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos