Menu
SADER_FULL
segunda, 10 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Bolívia não tem gás suficiente para exportar ao Brasil

25 Mai 2007 - 14h48

A Bolívia não tem reservas suficientes de gás natural para cumprir um compromisso de exportação com o Mato Grosso, segundo fontes oficiais não identificadas pelo jornal "La Razón" em sua edição desta sexta-feira (25).

As autoridades consultadas pelo jornal de La Paz revelam que a divergência adiou a assinatura do respectivo contrato, aprovado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo presidente boliviano Evo Morales, em fevereiro passado.

Na época, os líderes definiram que o Brasil aumentará o pagamento pelo gás natural, de US$ 1,09 para US$ 4,2 por milhão de BTU (unidade térmica britânica), e que a Bolívia elevará o volume de abastecimento do combustível a Cuiabá (MT), de 1,2 milhão para 2,2 milhões de metros cúbicos diários.

Esse preço deveria ser aplicado desde 15 de maio passado, segundo o ministro de Hidrocarbonetos boliviano, Carlos Villegas.

As fontes do jornal afirmam que o governo Morales "não se compromete" a cumprir o volume demandado por Cuiabá, "porque atualmente não tem os volumes suficientes para cobrir maiores demandas".

O "La Razón" lembra que os compromissos da Bolívia somam 45,5 milhões de metros cúbicos diários de gás, enquanto a produção total do país é de 41 milhões de metros cúbicos, segundo dados da Câmara Boliviana de Hidrocarbonetos (CBH), que reúne as empresas petrolíferas.

Do total de gás natural comprometido para exportação pela Bolívia, 30 milhões de metros cúbicos diários estão contratados pelo Brasil para o mercado de São Paulo.

No Ministério de Hidrocarbonetos da Bolívia e na estatal YPFB (Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos), seus porta-vozes disseram que o tema está sendo analisado pelas autoridades para fixar uma posição.

A YPFB retomou o monopólio sobre o setor dos hidrocarbonetos após a nacionalização decretada pelo governo Morales em 1º de maio de 2006, sendo a responsável pela produção e comercialização de todos os produtos energéticos da Bolívia.

 

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÊMICA
Fantástico detona secretário de Saúde por usar kit covid em MT
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe vai à igreja e filho de 21 anos estupra irmã de 8
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Linha de cuidados pessoais do Boticário traz produtos com Vitamina E e D-Pantenol, confira aqui
SURTO DA MACHADINHA
Empresário acusado de ameaçar prefeito 'peita' policiais penais e leva três tiros
AMEAÇAS DE MORTE
Empresário agride segurança e tenta invadir casa do prefeito
SAQUE EMERGENCIAL
FGTS emergencial: liberados novos saques para trabalhadores nascidos em julho
COVID-19
Entenda como o Paraguai tem 66 mortes por Covid-19 e o que MS deveria aprender
AUXILIO EMERGENCIAL
Apesar da falta de recursos, governo avalia prorrogar Auxílio Emergencial
OPORTUNIDADE NO MS
JBS oferece 600 vagas de emprego em 6 cidades de MS
VACINA COVID 19
Bolsonaro diz que vacina contra covid deverá estar disponível em dezembro