Menu
SADER_FULL
terça, 26 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Bin Laden está "vivo e lutando", diz Al Qaeda

7 Dez 2005 - 09h51
A rede de TV Al Jazira (Qatar) divulgou nesta quarta-feira imagens do médico egípcio Ayman Al Zawahiri, considerado um dos líderes da rede Al Qaeda e principal estrategista da rede terrorista, dizendo que Osama bin Laden "vive e combate no Ocidente".

AP
Ayman Al Zawahiri, da Al Qaeda, aparece em vídeo
Apesar de o vídeo ter sido divulgado primeiramente como "novo", as agências de notícias Associated Press e France Presse informaram que Al Jazira retificou a informação depois, dizendo que as imagens são parte de uma gravação já exibida em 19 de setembro passado.

A agência de notícias Reuters afirma, entretanto, que o mesmo vídeo foi postado em um site islâmico. Não há indicações de quando essa gravação teria sido realizada, e sua veracidade não foi confirmada até o momento.

No site da Al Jazira não há informações sobre a procedência do vídeo.

Na gravação exibida hoje pela rede de TV do Qatar, Al Zawahiri diz que "todas as mentiras que [o presidente americano, George W.] Bush usa para enganar os americanos, dizendo ter destruído a metade da rede Al Qaeda, não são mais que absurdos e só existem na sua cabeça".

"Queremos dizer a todos os muçulmanos e mujahidins [guerreiros] que, graças a Deus, a rede Al Qaeda está crescendo e se fortalecendo", diz o terrorista. Al Zawahiri aparenta boa saúde e aparece com a tradicional vestimenta branca e turbante negro que, segundo alguns especialistas, corresponde a um signo de adesão ao grupo extremista islâmico Taleban, deposto do poder no Afeganistão pelos Estados Unidos em 2001.

Iraque

Al Zawahiri afirmou que os Estados Unidos sofreram uma "derrota" no Iraque e que agora é apenas "questão de tempo" para que Bush retire seus soldados do país árabe.

"O Iraque é uma catástrofe para a América e os americanos vão sair", afirmou o médico.

"Eu digo a Bush: Você entrou no Iraque com mentiras, você vai perder no Iraque e mente sobre isso, e vai sair do país com pretexto de ter completado sua missão (...) a América só tem que decidir sobre o número de soldados que morrerão antes da retirada".

O terrorista pediu para que os muçulmanos ajudem a Al Qaeda com "dinheiro, homens e orações", afirmando que a nova campanha dos "cruzados" [em referência aos americanos] estava "falhando", como demonstram as perdas sofridas pelos EUA no Afeganistão e no Iraque.

Paradeiro desconhecido

O paradeiro do chefe da Al Qaeda e de Al Zawahiri é desconhecido. Porém suspeita-se de que ambos se encontrem na região fronteiriça entre o Afeganistão e o Paquistão. Os EUA ainda mantêm mais de 10 mil soldados na região para combater terroristas.

Segundo o governo americano, Al Zawahiri é o principal estrategista e ideólogo da Al Qaeda. Ele também é acusado de envolvimento no assassinato do então presidente egípcio Anwar al Sadat, e o massacre de turistas estrangeiros em um hotel na cidade de Luxor, em 1997. A recompensa por sua captura chega a US$ 25 milhões.

De acordo com informações da Al Jazira, Al Zawahiri é especializado em cirurgia do olho, e provém de uma família de boa situação social no Egito. Já julgado em seu próprio país, ele foi condenado à pena de morte.
 
Folha Online

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS