Menu
SADER_FULL
domingo, 14 de agosto de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
Brasil

Beira-Mar quer fazer curso de Direito à distância

12 Nov 2009 - 15h01Por Diário MS
Detento da Penitenciária Federal de Campo Grande, o narcotraficante Luís Fernando da Costa, o Beira-Mar, quer fazer curso de Direito à distância.

O advogado dele, Luís Gustavo Bataglin Maciel, explica que no ano passado o juiz federal Odilon de Oliveira negou o pedido para Beira-Mar fazer o ensino superior através da internet.

Segundo o advogado, Odilon negou o pedido dizendo que Beira-Mar poderia utilizar a internet para comandar crimes. No entanto, Luís Gustavo afirma que é muito simples limitar a utilização da internet somente ao site de estudo.

De acordo com Luís Gustavo, um novo pedido á Justiça Federal deverá ser feito ainda neste ano.

Transferência - O também advogado de Beira-Mar, Wellington Corrêa da Costa Júnior, conta que o STJ (Superior Tribunal de Justiça) negou, por unanimidade, pedido de transferência para o Estado do Rio de Janeiro. Segundo Wellington, a defesa irá recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Condenação - Beira-Mar é condenado a mais de 120 anos de prisão por crimes relacionados ao tráfico de drogas. Na última terça-feira, foi condenado a mais 15 anos, em Campo Grande, por ter mandado matar o também traficante João Morel, em 2001. A defesa promete recorrer da decisão.

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Motociclista de 27 anos bate na traseira de trator e morre em vicinal
TRAGEDIA NA RODOVIA
Sete pessoas morrem e três ficam feridas em acidente entre caminhão e van
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo libera empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil
TRAGÉDIA
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista
NOITE DE TERROR
Moradores relatam medo vivido em confronto com oito mortos
ACIDENTE DE TRABALHO FATAL
Trabalhador morre soterrado ao fazer limpeza em silo de grãos
AGRESSÃO NA ESCOLA
Mulher invade escola e espanca aluna a pauladas
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil ultrapassa o número de 680 mil mortos pela doença
AUXÍLIO BRASIL AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil de R$ 600 e vale-gás saem hoje para mais um grupo
BRASIL + POBRE
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas