Menu
SADER_FULL
sexta, 18 de junho de 2021
Busca
Brasil

BBB 10: Tia de Dourado diz que lutador já levou surra de travestis

23 Mar 2010 - 10h14

Vítima ou algoz? A polêmica homofobia atribuída às declarações de Marcelo Dourado no Big Brother Brasil 10 pode ter origem em trauma escondido no passado do lutador. Um episódio envolvendo o gaúcho, um grupo de travestis e a polícia de Porto Alegre (RS) foi revelado por sua tia, Rosângela Pereira, com quem ele morou por mais de 20 anos.

Tia Rô, apelido usado por Rosângela em seu blog, Chovendo no Molhado (www. chovendonomolhado.blogger.com.br), afirma que decidiu divulgar o caso depois que ouviu Dicesar, durante a festa da madrugada de sábado (20), insinuando que Dourado batia em travestis. "Desconfiei que o Dicesar pudesse já ter ouvido algum boato do passado de Dourado. Mas ele foi a vítima e não vou deixar que ninguém se aproveite disso para prejudicá-lo", disse Rosângela a O DIA D.

Em relato postado em sua página na Internet, Tia Rô conta que "um ou dois anos antes do "BBB 4" - 2002 ou 2003, portanto, época em que o jogador teria por volta de 29 anos -, no bairro em que moravam, Menino Deus, em Porto Alegre, havia muitos travestis trabalhando nas ruas. Um dia, Dourado e três amigos tiveram problemas com eles.

"Eles vinham passando pela esquina de nossa casa, quando foram abordados e agredidos, verbal e fisicamente, pelos travestis que ali faziam seu ponto (...) Os travestis ameaçavam os guris de chamar a polícia, caso não fizessem o que eles queriam (precisa explicar?)", conta a tia, que garantiu que, em momento algum, os quatro amigos agrediram os travestis.

Em seguida, de acordo com Rosângela, a polícia chegou ao local, abordou Dourado e os outros três de forma violenta e espancou um amigo de infância do brother, que teve traumatismo craniano. O caso foi resolvido após inquérito que teve Dourado e sua tia como testemunhas, com o afastamento dos policiais envolvidos (Rosângela não quis dizer de qual corporação eram os policiais em questão). Segundo ela, até hoje Dourado sofre um tipo de perseguição desse grupo de travestis.

"Eles espalharam o ocorrido de forma distorcida. Daí se originaram as falsas acusações", disse a tia. Ela alerta: "O estrago está feito e meu sobrinho, mais uma vez vítima de gente inescrupulosa, está ameaçado sim de morte, já que com esse tipo de grupo não se brinca!"

Em vídeos no YouTube, Dicesar fala mal do gaúcho e diz que adoraria dividir com ele um paredão, pois "ele ia morrer se um gay o tirasse. Ia sair metralhando as "bichas" na rua no dia seguinte". Para Ivan Penteado, irmão de Dourado, a atitude só fortalece o lutador. "O Marcelo falou bem do Dicesar. Meu irmão tem conduta justa, falar por trás é covardia", diz.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial