Menu
SADER_FULL
domingo, 7 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

BB tem até 16 de março para se defender no Cade

1 Mar 2011 - 08h44

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) determinou ao BB (Banco do Brasil) que envie, até o dia 16 de março, informações a respeito da denúncia de que a instituição teria cometido práticas anticompetitivas em operações de crédito consignado dos servidores públicos. Caso não responda ao órgão dentro do prazo, o banco estatal terá de pagar multa diária de R$ 5 mil.

Com a solicitação, o Cade passa a ingressar efetivamente em um processo que já dura oito meses. O conselho pede discrição nesse caso porque, oficialmente, não há qualquer processo instaurado até o momento. A ação em relação ao BB, no entanto, se encaixa como um procedimento de averiguação preliminar, que é usado para iniciar investigações.

Alguns conselheiros dizem que o Cade "reconheceu sua competência e instaurou o caso", mas o procurador-geral, Gilvandro Vasconcellos, evita dizer que o órgão está chamando a questão para si. O tratamento delicado dado ao processo explica-se porque a denúncia foi feita ao Ministério da Justiça, em junho de 2010, pela Federação Interestadual dos Servidores Públicos Municipais e Estaduais de 12 Estados, a Fesempre, em junho de 2010. Mas o ministério se recusou a entrar no caso porque a AGU (Advocacia Geral da União) afirmou que a tarefa caberia ao BC (Banco Central).

O Cade também entrou em contato com o BC há dois meses, mas não recebeu retorno. O BC informou que enviou ontem a resposta e que ela deve chegar em alguns dias ao conselho, além da SDE e do Ministério Público. No documento constará a circular publicada em 14 de janeiro pela autoridade. Na ocasião, o BC proibiu que os bancos impedissem o acesso de clientes a operações de crédito de concorrentes. A medida vale para todos os tipos de crédito, mas o mais evidente é o consignado - aquele que tem garantia quase total de que será honrado, pois é descontado direto do salário. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento