Menu
SADER_FULL
domingo, 16 de maio de 2021
Busca
Brasil

BB lança linha de crédito para frigorífico comprar boi na bolsa

24 Ago 2010 - 06h52Por Fátima News com assessoria

Foi assinado hoje na sede da BM&FBovespa, em São Paulo, um convênio entre a Bolsa Brasileira de Mercadorias (BB&M) e o Banco do Brasil (BB) com o objetivo de financiar as negociações de gado pelo sistema de Compra e Venda Eletrônica de Carne Bovina. A linha de crédito especial é destinada aos frigoríficos, visando equacionar as dificuldades das pequenas indústrias em fazer a antecipação do pagamento ao produtor, tal como o previsto nas normas para a negociação pela Bolsa.

Lançado oficialmente em abril deste ano, na Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), o sistema de comercialização eletrônica de gado oferece igualdade de condições para os frigoríficos, mas exige o depósito antecipado de 90% da transação como garantia da operação. Através deste convênio, assinado pelo presidente da BB&M, Joaquim Ferreira, da BM&FBovespa, Edemir Pinto, do diretor das duas casas, Ivan Wedekin, e pelo Vice-Presidente de Agronegócios do BB, Luis Carlos Guedes Pinto, o comprador poderá financiar o valor da antecipação através do Banco do Brasil.

A oferta de crédito era demanda dos pequenos e médios frigoríficos para viabilizar a antecipação do pagamento. Para o vice-presidente regional da BB&M, Carlos Dupas, o convênio permitirá aos pequenos produtores a operação em igualdade de condições com as indústrias de maior porte. O presidente da Comissão de Pecuária de Corte da Famasul, José Lemos Monteiro, confia no crédito como um passo definitivo na consolidação das operações na Bolsa. “O apoio a ser dado aos frigoríficos menores é o estímulo que faltava para alavancar a venda eletrônica”, assegura.

A ação conjunta de venda eletrônica de gado na Bolsa é um dos aspectos que será apontado por Monteiro em sua palestra durante o Congresso Internacional da Produção Pecuária, que acontece em Salvador (BA), de hoje até quarta-feira (25.08). Com o tema ‘Respostas dos produtores à conjuntura atual’, o dirigente vai citar também a organização dos produtores no sentido de modificar as práticas de comercialização do gado, como a atuação conjunta através de cooperativas e a campanha de venda de gado somente à vista aos frigoríficos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada