Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
quinta, 15 de abril de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Bancos começam a descontar dias parados dos grevistas

9 Out 2004 - 10h56
 

Os bancos começam a descontar dos bancários os dias parados por causa da greve. Serão descontados cinco dias de trabalho do pagamento de outubro, que começa a ser feito a partir do dia 20. A orientação é da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), que aconselhou as instituições financeiras a descontar o restante dos dias parados em novembro. Os bancários estão em greve desde o dia 14 de setembro. Nos bancos privados, porém, a greve já diminuiu e a maioria das agências está aberta.

O movimento é maior no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal, que são públicos. Numa assembléia realizada nesta sexta-feira, os bancários de São Paulo decidiram manter a greve. A paralisação atinge 24 capitais, mas está praticamente restrita aos bancos públicos, apesar da orientação da Executiva Nacional de retomar o movimento nos bancos privados. Os bancários, que não conseguiram até agora nenhum sinal de retomada de negociações com os bancos, rejeitaram também o encaminhamento da greve para dissídio no TST (Tribunal Superior do Trabalho). Mas a diferença entre os que pedem dissídio e os que não querem não foi grande, o que mostra o risco de rachar ainda mais a categoria.

Dos presentes na assembléia 604 disseram não ao dissídio e 560, sim. Foram 16 votos nulos e 6 em branco. Os bancários reivindicam 19% de reajuste, abono de R$ 1.500, Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de um salário mais R$ 1.200 e o não desconto dos dias parados. A proposta rejeitada no dia 14 de setembro e que deu início à greve previa reajuste salarial de 8,5% mais R$ 30 para quem ganha salários até R$ 1.500 - o que implicaria reajustes de até 12,77% e aumento real de 5,75%. Para os que ganham acima de R$ 1.500, o reajuste sugerido era de 8,5%, assim como para as demais verbas de natureza salarial como vales alimentação, refeição e auxílio-creche. O INPC do período foi de 6,64%.


Agência O Globo

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore