Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 25 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Baixo efetivo reduz emissão de carteira de trabalho

24 Jan 2011 - 09h41Por

O baixo número de funcionários vem comprometendo a emissão de carteiras de trabalho em Dourados. Enquanto a procura só aumenta, o número de servidores no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) cai. Isto porque além de anos com o quadro defasado, o que foi no ano passado motivo de protestos, em janeiro metade do efetivo responsável por este tipo de serviço entrou de licença. Com isso, diariamente mais de 20 pessoas, que muitas vezes madrugam nas filas por senhas, voltam para casa sem atendimento.

Ao Douradosagora, o gerente regional do MTE, Carlos Alberto Sfeir, explica que por dia mais de 100 pessoas procuram por atendimentos diversos no local. Destes, 60 são para a emissão de carteira, mas apenas pouco mais da metade consegue ser atendida. Segundo ele, dos quatro servidores disponibilizados para este atendimento, três estão de licença. Apenas um realiza todo o trabalho. Com baixo efetivo, a medida de emergência foi reduzir o número de emis-sões de carteira.

Carlos explica que as dificuldades são grandes, tanto para os usuários, que voltam várias vezes para conseguir senha, quanto para os servidores. “De amanhã apenas uma pessoa colhe material para o pedido de emissão. A tarde, esta mesma pessoa precisa parar o recolhimento das emissões para confeccionar as carteiras”, destaca.

Outro agravante é que uma nova regra limitou os trabalhos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) em relação as emissões da carteira. “Em períodos de financiamentos com a Caixa Econômica, a procura aumenta ainda mais porque a carteira de trabalho antiga não é aceita. A nova versão digitalizada vem sendo requisitada”, explica.

Além de Dourados, o MTE atende a região. “São vários trabalhos que prestamos diariamente ao público. Infelizmente não estamos conseguindo atender a todos no mesmo dia. É difícil para nós, mais sabemos que é mais complicado ainda para quem precisa madrugar na fila para conseguir senha”. Segundo ele, a superintendência do MTE já foi comunicada sobre o problema. “Estamos no aguardo de uma solução, que pode não ser imediata devido aos processos burocráticos de novas contratações que exigem concurso público”, frisa.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: PMMS/ BMMS BOMBEIROS DE MS NO RS
Com atuação de equipes dos Bombeiros, PM e Defesa Civil, MS continua a apoiar o Rio Grande do Sul
Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área

Mais Lidas

VICENTINA DE LUTO
Vicentina se despede de Nayara Ferreira, Pax Oliveira informa sobre velório e sepultamento
Brasil
Conheça os finais dos principais personagens de "América"
Foto: Redes SociaisORGULHO DO MS
Campo-grandense é a 1ª e única mulher a pilotar o maior avião da FAB
(Reprodução, Câmeras de Segurança, Redes Sociais)DESPEDIDA
Morre adolescente atingido por caminhonete em cruzamento, família pede ajuda para realizar o enterro
FOTO: GEONE BERNARDOFRENTE FRIA CHEGANDO
Prepare o guarda-chuvas: com aproximação de frente fria, confira a previsão do tempo