Menu
SADER_FULL
quarta, 3 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Azambuja sugere novas ações para prevenir crimes de abuso

27 Ago 2007 - 16h19
Preocupado com os números alarmantes que acusam significativo aumento nos casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, amplamente divulgados pela imprensa, o deputado Reinaldo Azambuja, sugeriu através de projeto de lei, uma ementa que acrescenta dispositivos à Lei 2.143, que dispõe sobre normas e procedimentos para prevenção deste tipo de ocorrência obrigando todo estabelecimento de freqüência pública afixar placa que explicite os crimes e as penas para tal ação.
 
O item inclui hotéis, motéis, pousadas e congêneres; bares, restaurantes, lanchonetes, casas de diversões eletrônicas e cinemas; casas noturnas de qualquer natureza, estabelecimentos que promovam shows, feiras e exposições ; clubes sociais e associações recreativas ou desportivas, cujo quadro de associados seja de livre acesso ou que promovam eventos coletivos; agências de modelos e de viagens; salões de beleza, casas de massagens, saunas, academias de dança, de fisiculturismo, de ginástica e atividades correlatas e outros estabelecimentos comerciais que ofereçam serviços mediante pagamento e voltados ao mercado ou culto da estética; postos de abastecimento onde pernoitam caminhoneiros e ou funcionem lojas de conveniências; pontos de táxis e moto-táxis, estabelecimentos de jogos em rede (lan houses).
 
Segundo o projeto a placa deverá ser afixada na entrada do estabelecimento ou em local de fácil visualização por todos os freqüentadores, informando telefones através dos quais, qualquer pessoa, sem necessidade de identificação, poderá fazer denúncias acerca destas praticas.
 
O número geral será o da Polícia- 190-; o de âmbito nacional - 180 e cada Município indicará o número do telefone do órgão municipal responsável e ou do Conselho Tutelar
 
 
Anexo ao projeto seguiu um manual para confecção da placa que poderá ser confeccionada em madeira, ferro, pvc, acrílico ou outro material resistente à ação do tempo. O anexo veda o uso de papel, papelão, cortiça ou isopor, tendo como dimensão mínima de 40 (quarenta) centímetros de largura por 30 (trinta) centímetros de altura.
 
A placa deverá conter uma borda em linha reta delimitando seu tamanho permitindo verificar se as dimensões estão compatíveis e a frase a ser publicada deverá ser escrita em letra maiúscula, ocupando toda a largura da placa e em cor que possibilite destaca - lá facilmente.
 
 
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'
COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda