Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 6 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Azambuja convoca Bancada e produtores para discutir Fundersul

23 Abr 2007 - 15h12
A grande preocupação, segundo o deputado, é que os recursos do Fundersul sejam utilizados para pagamento de uma ‘herança fiscal irresponsável’ que segundo ele deveria ter sido saudada na gestão do ex-governador

Atendendo as solicitações de entidades como a Famasul, Acrissul, MNP e Sindicatos Rurais de todo Estado, o deputado Estadual, Reinaldo Azambuja, líder do PSDB na Assembléia, convocou para esta terça-feira, dia 24 de abril, a partir das 17 horas, na sala de reuniões da Presidência, a primeira reunião com todos os membros da Frente Parlamentar do Agronegócio e entidades envolvidas com o setor.
 
Azambuja que é idealizador e preside a frente que leva ainda o nome de ‘Bancada do Agronegócio’ falou de sua expectativa com relação a esta primeira reunião “Nós temos vários assuntos importantes a serem discutidos... Vamos ouvir as reivindicações dos representantes da classe produtora de nosso Estado e ver o que podemos fazer para solucionar alguns dos vários problemas que enfrentamos hoje”.
 
Azambuja observou que serão analisadas questões como a pauta dos produtos agropecuários do Estado - que a Bancada pretende discutir com o Governo – Mato Grosso do Sul como zona livre de Aftosa, além da polêmica em torno da proposta do Governo para a utilização do Fundo para o Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de MS (Fundersul) no pagamento de dívidas.
 
Na sessão de amanhã, dia 24, os deputados votam em plenário pela aprovação do requerimento de pedido de informações detalhadas, apresentado por Azambuja em caráter de urgência, a ser encaminhado a Governo do Estado “Após o tramite legal de nosso pedido, com certeza o Estado nos enviará as informações que solicitamos... queremos saber se tratam-se de dividas de obras e serviços executados a partir de janeiro ou no mandato anterior e que poderiam estar inscritos em restos a pagar” observou.
 
Azambuja lembrou ainda que as estradas do Estado clamam, com urgência por reparos e obras de conservação e a receita do FUNDERSUL é receita vinculada por lei, não podendo ser desvirtuada, sob nenhum pretexto.
 
A grande preocupação, segundo o deputado, é que os recursos do Fundersul sejam utilizados para pagamento de uma ‘herança fiscal irresponsável’ que segundo ele deveria ter sido saudada na gestão do ex-governador Zeca: “As informações que nos serão enviadas irão pautar a nossa decisão com relação ao Plano de aplicação do Fundersul, apresentada há alguns dias pelo Governo do Estado” completou.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (FAMASUL), Ademar Silva Junior, que participara das discussões observa que a entidade que representa precisa de esclarecimentos sobre o plano que o governo apresentou e inclusive sobre a cobrança que gera esse fundo.
 
Segundo Ademar a FAMASUL não é a favor do imposto que tributa apenas os produtores rurais. “A entidade já entrou na justiça contra a tributação... Não são apenas os produtores que usufruem das estradas. Todas as empresas também se utilizam dessas rodovias. O ônus é muito alto para apenas um setor arcar.”, destacou.
 
Além do presidente da entidade, o vice-presidente, Eduardo Riedel, também participará da reunião. Na Assembléia Legislativa, além do líder da bancada, deputado Reinaldo Azambuja (PSDB), participam os deputados Márcio Fernandes (PSDB), Arroyo (PR), Paulo Corrêa (PR), Zé Teixeira (PFL), Londres Machado (PR), Ary Rigo (PDT), Junior Mochi (PMDB), Ari Artuzi (PMDB), Dione Hashioka (PSDB), Onevan de Matos (PDT), Professor Rinaldo (PSDB), Akira Otsubo (PMDB), Pedro Teruel (PT), Celina Jallad (PMDB) e Coronel Ivan (PSB).
 
 
 
 
Kelly Venturini / Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

CICLONE BOMBA
Efeitos do Ciclone: mais de 12 mil residências ainda estão sem energia elétrica
LIVE
Mulher de Porchat não foi a única: veja outros casos de nudez em lives
ECONOMIA
Nova gasolina a partir de agosto; combustível será mais caro, mas deixará veículos mais econômicos
SOS EDUCAÇÃO
Sem computador e sem dinheiro, alunos de baixa renda desistem do Enem
ENTREVISTA NO SBT
Roberto Cabrini traz entrevista exclusiva com Frederick Wassef nesta segunda
100 AULAS
Ensino Público vive "apagão" na pandemia com alunos sem acesso às aulas on-line
BRASIL - 64.909 MORTES
País soma 1.604.683 casos confirmados de Covid-19 e 64.909 mortes pela doença.
VACINA CONTRA COVID-19
Dose da vacina contra a Covid-19 poderá custar R$ 22
APLICATIVO - TECNOLOGIA
Como a Binomo Funciona no Modo App Em 130 Países, Inclusive para Residentes Brasileiros
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa deposita saque emergencial do FGTS para nascidos em fevereiro