Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 7 de dezembro de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Aumento nos casos de dengue deve trazer ministro a MS

30 Out 2009 - 08h57
O novo balanço parcial de casos de dengue, divulgado ontem pelo Ministério da Saúde, aponta redução de 46,3% nas notificações da doença no país. Foram notificados 406.883 casos da doença, contra 758.051 no mesmo período de 2008. No entanto, Mato Grosso Sul apresenta o necessário totalmente inverso.

Nas 30 primeiras semanas de 2009, o Estado já contabilizou 12.441 notificações de casos de dengue, o que representa um crescimento superior a 206% no número de casos, se comparado com o total de notificações registradas no mesmo período de 2008. No ano passado, eram 4.065 notificações. MS aparece juntamente com Acre, Amapá, Bahia, Espírito Santo e Mato Grosso na lista dos Estados que tiveram um aumento no número de casos de dengue no Brasil.

Devido ao aumento do número de casos da doença, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, deverá visitar Mato Grosso do Sul e outros nove Estados nas próximas semanas. A série de visitas começa na quarta-feira da semana que vem, em Pernambuco. O objetivo é mobilizar a população e os governos locais.

Ontem, o Ministério da Saúde lançou a Campanha Nacional de Combate à Dengue 2009/2010. Com o mote “Brasil Unido contra a Dengue”, a iniciativa dá continuidade às ações de prevenção e enfrentamento da doença realizadas no país desde o ano passado. Durante o lançamento, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, enfatizou a necessidade de continuidade das ações de enfrentamento da doença nos Estados e municípios. “Os resultados mostram que estamos no caminho certo. O combate não pode parar. A dengue é um problema de saúde pública relevante e toda a população deve estar mobilizada por meio de medidas de prevenção e controle da doença”, afirmou.

A campanha começa a ser veiculada dois meses antes do início do período de maior transmissão da doença, que vai de janeiro a maio. É nesse intervalo que ocorrem, aproximadamente, 70% das notificações. Serão veiculados quatro filmes de TV e cinco spots para incentivar a mobilização social, o combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypti e o reconhecimento dos sintomas da doença. Pela primeira vez, as crianças terão um filme direcionado especificamente para elas. A produção convoca os pequenos a integrar a “Turma do combate” e eliminar os focos do mosquito, em casa e na rua. Também há materiais direcionados a gestores, profissionais de saúde e educadores, entre outras peças publicitárias.

Leia Também

SONHO DA MATERNIDADE
Servidora Pública perde marido para a Covid, mas realiza sonho e dá à luz trigêmeos
LIÇÕES DA BIBLIA
O céu dos céus
covid_04.12 COVID NO BRASIL
Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em escritos posteriores
ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança