Menu
SADER_FULL
segunda, 26 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Aumento da gasolina deve ficar para depois das eleições

24 Set 2004 - 13h53
O presidente da Petrobras, José Eduardo Dutra, disse hoje que dentro de dez dias já estará consolidado um novo patamar para o preço do petróleo no mercado internacional.

Na prática, isso significa adiar a discussão sobre o reajuste dos combustíveis para depois das eleições municipais do dia 3 de outubro. Desde que o petróleo passou a bater recordes no mercado internacional, a ingerência política sobre a Petrobras vem sendo questionada.

A declaração de Dutra veio depois de o diretor de Relações Internacionais da empresa, Nestor Cerveró, afirmar que o petróleo chegou a um novo patamar e que, no curto e médio prazo, não deve cair para baixo de US$ 35.

"Em dez dias, acredito que haja alguns elementos que vão contribuir para a consolidação de visão sobre o novo patamar do petróleo. Não sei qual vai ser a influência da liberação de parte dos estoques estratégicos dos EUA e até a possibilidade de a Opep aumentar a produção", disse Dutra.

O petróleo chegou ontem a US$ 49 o barril com a queda nos estoques dos EUA. Nesta semana a secretária de Petróleo e Gás Natural do Ministério de Minas e Energia, Maria das Graças Foster, afirmou que o preço do petróleo hoje é "muito preocupante".

Segundo Foster, mesmo para um país auto-suficiente e exportador, o patamar de US$ 47 por barril seria fator de preocupação. A secretária ressaltou, no entanto, que qualquer decisão relacionada ao reajuste da gasolina é de responsabilidade da Petrobras.

O Brasil ainda não é auto-suficiente na produção de petróleo. A estimativa da Petrobrás é atingir a auto-suficiência em 2006. Mas, nesta semana, com previsões mais otimistas, a estatal cogitou a hipótese de alcançar essa auto-suficiência no final de 2005.

O presidente da Petrobras participou hoje da entrega do Prêmio Petrobras de Tecnologia, no Rio de Janeiro.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários