Menu
SADER_FULL
domingo, 16 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Aumenta área com Integração Lavoura-Pecuária no MS

24 Nov 2009 - 10h15Por Diário MS
É cada vez maior o número de produtores sul-matogrossenses que aderem as técnicas recomendadas pelo sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Silvicultura (ILPS), implantadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (DEPROS/MAPA).

Segundo Dirceu Luiz Broch, Diretor da Fundação MS - Pesquisa e Tecnologia, aproximadamente 5% dos produtores do Estado aplicam as técnicas de integração Lavoura-Pecuária (ILP) e em torno de 1% dos produtores já implantou o sistema de produção ILPS ou ILPF (florestas). O município de Maracaju foi pioneiro na atividade no Mato Grosso do Sul, através do produtor e emprendedor, Ake Van Der Vine. Hoje o município conta com cinco propriedades modelo em ILPS.

De origem holandesa, Ake, possui 1.000 hectares no sistema ILP. No total são 750 hectares de soja e 250 hectares de pastagens onde são engordadas anualmente mil cabeças de gado. Para Brock, o bom exemplo do produtor já virou moda na região e hoje quem vem praticando o sistema de produção com integração, tem tido uma rentabilidade de aproximadamente R$ 600,00 a mais por hectare, em relação ao sistema convencional de produção.

O sistema de produção com integração lavoura-pecuária se adapta muito bem ao bioma cerrado. Além de ser uma das melhores opções para recuperação de pastagens degradadas, potencializa a produtividade na pecuária e produção de grãos. As causas possíveis da degradação dos solos vão desde o manejo incorreto, processos erosivos por ações climáticas ou humanas, até a mudança natural da fertilidade do solo pela perda de nutrientes através das chuvas (lixiviação).

O plantio de lavouras é uma alternativa de curto prazo utilizada pelos produtores de Maracaju e região, como forma de recuperar áreas degradadas, além de ajudar a financiar e reduzir os custos de implantação das pastagens e florestas.

A degradação do solo prejudica a produção agrícola, favorece o aparecimento de espécies invasoras (plantas daninhas) e diminui a cobertura vegetal, ocasionando erosão por chuva ou vento. “A integração otimiza o uso do solo, com a produção de grãos em áreas de pastagens e melhora a produtividade pela renovação, ao aproveitar a adubação residual da lavoura, com maior ciclagem e incremento da matéria orgânica”, explica o técnico da Divisão de Agricultura Conservacionista do Ministério da Agricultura, Maurício Carvalho.

A integração lavoura-pecuária-floresta é empregada em diferentes sistemas de produção de grãos, fibras, madeira, carne, leite e agroenergia, que podem ser realizados na mesma área. “É uma alternativa para o produtor rural porque oferece oportunidades de negócios e a diversificação das atividades econômicas, além da questão de sustentabilidade da propriedade”, afirma. Carvalho também explica que, há três anos, o Ministério da Agricultura desenvolve o sistema ILPS em dez estados, a maioria no bioma cerrado. “Nessas áreas, a degradação ocorre mais rapidamente que em solos de maior fertilidade, como os da região Sul do País. Por isso o MAPA não tem medido esforços na realização de cursos de capacitação, publicação de materiais explicativos e políticas de crédito específicas para que o produtor consiga recursos para adequação da propriedade ao sistema conservacionista.

Linha de Crédito

Para estimular a recuperação de pastagens, o Ministério da Agricultura criou o Programa de Produção Sustentável do Agronegócio (Produsa). A iniciativa oferece linha de crédito de investimento para adoção de sistemas de produção agropecuária, que respeitam a legislação ambiental. Os limites de crédito chegam a R$ 400 mil, com juros de 5,75% a 6,75%, por beneficiário. O prazo de reembolso varia de 5 a 8 anos, dependendo da área de atuação.

Leia Também

TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem 87,4 mil casos e 133 mortes em 24 horas
HOMICIDIO EM SÉRIES
Bandido que comia olhos, orelhas e bebia sangue de vítimas é preso
COVID NO BRASIL
Brasil tem em 24 horas, mais 70.765 novos casos de covid-19
FAMILIA GRANDE
Mãe dá à luz quíntuplos em maternidade de São Paulo
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Por meio Dele Deus fez o Universo