Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 2 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Audiência pública vai debater problemas causados pelos javalis

16 Set 2010 - 15h20Por Fátima News com assessoria

As perdas nas lavouras causadas pelos javalis no Estado e as ameaças com o crescimento desordenado do animal serão debatidos em audiência pública marcada para o dia 23 de setembro, às 14 h, na Assembléia Legislativa. A audiência é um desdobramento da reunião realizada pela Federação da Agricultura e Pecuária (Famasul) no último dia 10, em Rio Brilhante, região mais atingida pelo ataque dos animais.

A expectativa é de que audiência delibere sobre o que pode feito quanto aos prejuízos causados pelo javali, tendo em vista que seu abate é proibido pelos órgãos ambientais. Conforme a assessoria de comunicação do presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembléia Legislativa, deputado Paulo Corrêa - que esteve presente na reunião em Rio Brilhante - existe uma mobilização muito grande no setor agropecuário em busca da resolução para problema.

Serão convidados para a audiência o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (IBAMA), a Secretaria de Produção (Seprotur), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), sindicatos e produtores rurais e outros setores interessados no assunto, um problema que não é apenas regional.

Conforme o Presidente do Sindicato Rural de Rio Brilhante, Leonardo Mendonça Thomaz, estima-se que os proprietários rurais já tenham tido um prejuízo em torno de R$1 milhão. “É muito mais do que um problema econômico, é um desequilíbrio ambiental, ecológico. Realmente, é muito preocupante”, enfatiza. Thomaz afirma que muitos animais de outras espécies da região já sumiram. “O javali tem reprodução rápida, de 4 a 12 filhotes. Está difícil combater”.

Para a audiência, Thomaz espera solução imediata porque entende que o problema tem caráter de urgência. “Sabemos que órgãos como o Ibama estudam sobre este animal. Mas precisamos mais do que isso, precisamos que todos se mobilizem para que possamos solucionar logo essa situação”, finaliza.

Pequeno animal , grande problema

De origem européia, o javali era usado apenas para a caça esportiva, mas acabou cruzando com outras espécies predadoras e se tornou uma praga. Com hábitos noturnos, o javali é considerado um animal invasor e pode causar problemas às espécies nativas, aos seres humanos, ao meio ambiente e, principalmente, as lavouras agrícolas.

Um dos receios é em relação à sanidade, pois o animal é transmissor da doença Aujeszky, conhecida como pseudo-raiva. A doença de origem viral acomete os suínos e causa o comprometimento do sistema nervoso dos animais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISA MEDONHA
Homem quebra túmulo e é visto dançando com o corpo da avó
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Exército abre seleção com vagas temporárias para MS e salários de até R$ 7,5 mil
FÁTIMA DO SUL - NOSSOS ANJOS DA GUARDA
Guerreiros de Fátima do Sul fazem semana de prevenção contra incêndio, hoje é dia do BOMBEIRO
BRASIL 60 MIL MORTES
Brasil tem 1.456.969 casos de Covid-19, aponta consórcio de veículos da imprensa em boletim das 8h
ELEIÇÕES 2020
Câmara dos Deputados aprova em primeiro turno adiamento das eleições municipais de 2020
100 INTERMEDIÁRIO
Venda direta de etanol das usinas para postos pode aumentar concorrência, diz Bolsonaro
CICLONE BOMBA NO BRASIL
CICLONE BOMBA: Sobe para 10 o número de mortos no Sul do país, VEJA OS ESTRAGOS
FURIA DA NATUREZA
Ao menos nove pessoas morreram devido a ciclone que atingiu Região Sul
NOTÍCIA BOA - BORA COMPARTILHAR
Teste de vacina de COVID-19 funciona e Pfizer pode produzir 1 bi de doses
FÁTIMA DO SUL - INAUGURADO
Fátima do Sul é a escolhida para a 4ª Unidade do Posto Alvorada que comemora 20 anos de sucesso