Menu
SADER_FULL
terça, 2 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Audiência discutirá deficiência de energia em Brasilândia

22 Mar 2007 - 15h00

Os deputados Akira Otsubo e Celina Jallad, do PMDB, debatem hoje, em Brasilândia, no leste do Estado, a deficiência do setor de energia elétrica naquela região. O evento acontecerá no anfiteatro senador Ramez Tebet, na praça Santa Maria.

Em forma de audiência pública, a discussão ocorre a partir das 14h. Celina explicou que a audiência foi proposta por Akira, uma vez que Brasilândia faz parte da base eleitoral do deputado. A região é abastecida pela concessionária de energia Electro, e fica fora da área de atuação da Enersul, que atende a maioria dos municípios de MS. 

“Iremos ao município discutir a ampliação dos investimentos em  energia, que já exige uma demanda maior de megawatts", explicou Celina.

Ela lembrou também que a presença de uma empresa do porte da Internacional Paper, que se instalará em Três Lagoas, certamente exigirá mais investimentos na área de energia elétrica no leste do Estado. 

Com assessoria 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados