Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 6 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Audiência discutirá deficiência de energia em Brasilândia

22 Mar 2007 - 15h00

Os deputados Akira Otsubo e Celina Jallad, do PMDB, debatem hoje, em Brasilândia, no leste do Estado, a deficiência do setor de energia elétrica naquela região. O evento acontecerá no anfiteatro senador Ramez Tebet, na praça Santa Maria.

Em forma de audiência pública, a discussão ocorre a partir das 14h. Celina explicou que a audiência foi proposta por Akira, uma vez que Brasilândia faz parte da base eleitoral do deputado. A região é abastecida pela concessionária de energia Electro, e fica fora da área de atuação da Enersul, que atende a maioria dos municípios de MS. 

“Iremos ao município discutir a ampliação dos investimentos em  energia, que já exige uma demanda maior de megawatts", explicou Celina.

Ela lembrou também que a presença de uma empresa do porte da Internacional Paper, que se instalará em Três Lagoas, certamente exigirá mais investimentos na área de energia elétrica no leste do Estado. 

Com assessoria 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - DICA CIA DO BICHO
Saiba o que são rações terapêuticas, Cia do Bicho destaca vários tipos, confira
BRASIL - 96.326 MORTES
Brasil tem 2.817.473 casos de Covid-19, indica consórcio de veículos da imprensa em boletim das 13h
EXPLOSÃO EM BEIRUTE
Libanês se emociona e diz: Parecia uma bomba atômica, que acabou com tudo
BORA PRA BONITO - MS
Crie laços com a natureza em Bonito, MS!
LUTO NO CIRCO
Palhaço mais velho do Brasil morre aos 77 anos vítima de coronavírus
TRAGEDIA NA RODOVIA
Familia se despede de parentes mortos em acidente na BR-277
NA CASA DELE
Tio estupra criança de 4 anos e dá chocolate para ela não contar
BOCA DA ONÇA É NO MS
Maior cachoeira do MS, Boca da Onça retorna com muitas novidades, confira
ACIDENTE TRÁGICO
Vitimas do acidente na BR 177 são identificadas: 3 são da mesma familia
CORRUPÇÃO NA SAUDE
MP aponta 'vergonhosa fraude' e aciona prefeito a devolver R$ 4,136 milhões