Menu
SADER_FULL
sábado, 25 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Atuação do Projeto Padrinho beneficia jovens e famílias de MS

13 Out 2009 - 13h00Por TJ / MS

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio da Portaria nº 604, de 7 de agosto de 2009, instituiu a Comissão Permanente de Acesso à Justiça e Cidadania. A comissão tem a missão de colaborar para a realização, durante a Semana da Criança, de ações que objetivam a sensibilização da sociedade e a instituição de programas concretos direcionados à proteção da infância e juventude. Neste sentido, durante esta semana, serão apresentadas no portal do TJMS algumas ações e projetos desenvolvidos no judiciário sul-mato-grossense em prol da criança e do adolescente.

Destes projetos, o mais antigo é o Projeto Padrinho, que existe na Capital sul-mato-grossense desde junho de 2000. Nesse período já atendeu mais de 1.300 crianças e adolescentes, que passaram pela Vara da Infância, Juventude e do Idoso. Os números apontam uma realidade alarmante: uma média de atendimento de 130 crianças/ano ou 13 mensais, nas quatro modalidades de apadrinhamento.

O Projeto Padrinho, uma iniciativa de vanguarda e consciência social, tornou-se referência nacional. Diante do sucesso da iniciativa em Campo Grande, o projeto já foi dividido e implantado em mais de 50 cidades brasileiras. Em MS, além da Capital, o Projeto Padrinho já foi implantando nas Comarcas de Amambai, Aquidauana, Corumbá, Rio Brilhante e Dourados.

Trabalho - O Projeto Padrinho atende 11 abrigos e diversas famílias, além de estabelecer parceria com as varas criminais. De acordo com a servidora Rosângela Machinsky, que atua no projeto, o juiz das varas criminais, no caso de penas alternativas, estipula ao réu um valor que será revertido na aquisição de materiais utilizados nos abrigos e pelas famílias auxiliadas pelo projeto.

“Algumas crianças que retornam ao lar após ficarem em abrigos, nem sequer têm cama para dormir em casa. Com o auxílio dos padrinhos doadores, conseguimos dar um suporte material para esses jovens”, informou.

Para que se tenha noção do trabalho realizado pelo projeto, é importante que se conheça as diferentes modalidades de apadrinhamento: afetivo, em que se dá atenção, carinho e permite a participação na formação do afilhado em finais de semana; o material, que atende as necessidades materiais da criança ou sua família, possibilitando a reintegração; o prestador de serviço, quando a ajuda vem por meio de serviços gratuitos; e a família acolhedora, aquela que acolhe a criança ou o adolescente por um certo período em sua casa.

Quem trabalha com essa realidade é categórico em afirmar que os padrinhos são muito importantes na vida de crianças e adolescentes abrigados, pois se tornam referências de convívio familiar.

De acordo com Rosa Pires Aquino, psicóloga e coordenadora do Padrinho e do Núcleo de Orientação e Fiscalização das Entidades de Abrigos, são atendidas 150 crianças nos abrigos e, atualmente, vinte famílias, mas esse número é variável. “Existem 60 padrinhos afetivos que atuam perante as entidades e cerca de 300 cadastrados, que já passaram pelo projeto como voluntários, desde a sua implantação”, informou a psicóloga.

As responsáveis pelo projeto fazem a captação dos padrinhos e mantêm parcerias com empresas como a Unimed Campo Grande, a Plaenge, Fundação Zahran e universidades, que são os chamados padrinhos prestadores de serviços. Eles auxiliam na divulgação do projeto, na doação de camisetas, na manutenção do coral, cursos profissionalizantes e com projetos esportivos voltados para crianças e adolescentes que vivem em abrigos.

Em 2007, o Projeto Padrinho foi premiado como melhor projeto na área de infância e juventude pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). O projeto também tem como parceira a Associação Brasileira dos Magistrados da Infância e da Juventude (Abraminj).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada