Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Atrasos nas obras para o Pan-Americano do Rio preocupam TCU

18 Ago 2006 - 16h18
As principais obras para o Pan-Americano do Rio de Janeiro correm risco de não ficar prontas até o início da competição, em julho de 2007. Segundo o diário Lance!, o TCU aprovou na quarta-feira um relatório analisando os trabalhos dos governos municipal, estadual e federal que sugere atrasos na construção de instalações que serão usadas na competição.

O TCU apontou problemas nas maiores obras que estão sendo realizadas no Rio de Janeiro: as construções do estádio João Havelange, no Engenho de Dentro, do complexo do Autódromo, em Jacarepaguá, do complexo Deodoro, na Vila Militar, e da Vila Pan-Americana, na Barra da Tijuca, além da reforma do complexo do Maracanã.

O relatório afirma que as obras ainda não suficientemente atrasadas para impedir a realização do Pan-Americano, mas alerta que se a falta de ação persistir, em breve o quadro se tornará irreversível. Por causa disso, o TCU passará a fiscalizar as obras mensalmente. Até agora, os relatórios eram trimestrais.

As obras para o Rio-2007 sempre despertaram suspeitas. No Complexo Deodoro, por exemplo, serão construídos o Centro Nacional de Tiro Esportivo, o Centro Nacional de Hipismo, um campo de hóquei sobre grama e uma piscina para as competições de Pentatlo Moderno. Apesar disso, as obras começaram há apenas 20 dias. No Autódromo, que ganhará a Arena Olímpica, um velódromo e um centro aquático, uma guerra de liminares atrasou em quase um ano o início das obras.

Aumento nos custos

No Maracanã, os atrasos também são regra. O estádio está sendo usado para o Campeonato Brasileiro de futebol e, como isso, as obras de adequação são paralisadas semanalmente e o ginásio do Maracanãzinho, que abrigaria o Mundial Feminino de basquete, em setembro, continua em reformas. Além disso, o Estado do Rio de Janeiro, que administra o complexo, avisa que os custos da reforma vão aumentar.

Segundo o jornal O Globo, as obras de adequação do Maracanã estão orçadas desde 2000, quando o estádio abrigou o Mundial de Clubes da Fifa. Desde então, o Rio ganhou o direito de organizar os Jogos Pan-Americanos e a lista de reformas aumentou. Por isso, os custos da obras, até agora em R$ 80 milhões, pode subir ainda mais.

O estádio de Engenho de Dentro está em situação parecida. O projeto pode custar até R$ 100 milhões a mais do que o planejado inicialmente. Além disso, um impasse entre o município e o estado envolvendo uma escola técnica que teria de mudar de endereço para obras de ampliação da capacidade de público (para a futura realização de Copa do Mundo ou Olimpíada) pode atrasar os trabalhos.

 

Uol Esportes

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amar a Deus
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ame o Senhor, seu Deus
BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'