Menu
SADER_FULL
quinta, 22 de abril de 2021
Busca
Brasil

Atlético-PR vence Cruzeiro e mantém perseguição ao Santos

20 Set 2004 - 07h39
O Atlético-PR venceu o Cruzeiro por 4 a 2, neste domingo, em Belo Horizonte, no encerramento da 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, e manteve a perseguição ao líder Santos.

Com o resultado, o Atlético-PR chegou aos 58 pontos --mesma pontuação do Santos, que, no entanto, está em primeiro pelo critério do número de vitórias, 18 a 17. O Cruzeiro tem 42.

O time mineiro abriu o placar aos 8min do primeiro tempo, com Guilherme. Aos 45min, Washington, de pênalti, empatou a partida para os paranaenses. Na etapa final, Ivan, aos 6min, Jádson, aos 7min, e Washington, aos 31min, completaram o resultado para o Atlético. Fred diminuiu aos 40min.

Com os gols deste domingo, Washington chegou aos 19 gols no Brasileiro-2004, um a menos do que Alex Dias, do Goiás, artilheiro da competição.

Pelo Brasileiro, o Cruzeiro volta a campo no próximo sábado, quando enfrentará o Paysandu, em Belém. No dia seguinte, o Atlético-PR receberá o Flamengo, em Curitiba.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA EM CACHOEIRA
Mãe e filha morrem vítima de tromba d'gua em cachoeira; cunhado também morreu
ASSÉDIO À MENOR
Pastor é investigado após ser filmado beijando e oferecendo dinheiro a adolescente de 14 anos
UTRAPASSAGEM FATAL
Tio e sobrinho morrem "esmagados" por caminhão em rodovia
FATALIDADE
Bebê morre eletrocutado após morder fio de carregador de celular
AJUDA DO GPS
Após ficar 30h desaparecida, médica é encontrada em ribanceira com ajuda de GPS de celular
REVOLTANTE
A intérprete que descobriu na aula de Libras que pastor abusava de adolescente
BRASIL - 381.687 MORTES
Brasil passa de 380 mil mortes por Covid; mais de 3 mil delas foram registradas nas últimas 24 horas
BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19