Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 11 de maio de 2021
Busca
Brasil

Atlético-MG goleia o Paraná e deixa zona de rebaixamento

30 Jul 2004 - 07h37
 

O Atlético-MG goleou o Paraná por 4 a 1, hoje, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, e deixou a zona de rebaixamento da competição.

A equipe mineira, que caiu para a zona de descenso após os jogos de ontem, subiu para a 19ª posição na tabela de classificação, superando Paysandu (18 pontos), Guarani (19) e o próprio Paraná (20).

O time de Jair Picerni abriu o placar com André Luiz aos 8 minutos. Ainda no primeiro tempo, o atacante Alex Mineiro, aos 35 minutos, e o também atacante Márcio Santos, aos 43 minutos, ampliaram para 3 a 0.

No segundo tempo, os donos da casa chegaram ao quarto novamente com o atacante Alex Mineiro, aos 22 minutos, que fez seu sexto gol na competição. O Paraná descontou com Marcel, aos 45 minutos.

Os dois clubes voltam a jogar pelo Campeonato Nacional no próximo domingo. Os atleticanos enfrentam o Figueirense, no estádio Mineirão, enquanto os paranaenses jogam contra o Goiás, no Serra Dourada.


Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto