Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 3 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Brasil

Atlético-MG goleia Cruzeiro e Autuori pede demissão

30 Abr 2007 - 08h07

Após três anos, Atlético-MG e Cruzeiro voltaram a decidir o Campeonato Mineiro e, na primeira partida da final, no Mineirão, neste domingo, o time alvinegro conseguiu bater o rival por 4 a 0. Após a partida, o técnico Paulo Autuori pediu demissão da equipe celeste. Sua saída acontecerá após o jogo de volta da decisão.

Por ter feito melhor campanha na fase de classificação, o Cruzeiro veio com a vantagem de dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols nas duas partidas, mas o resultado negativo no primeiro jogo da decisão obrigou o time celeste a só pensar na vitória por quatro gols de diferença no próximo domingo.

Quem começou pressionando foi o Atlético-MG. Logo aos 4min Danilinho entrou pela esquerda, e em vez do cruzamento, bateu para o gol e obrigou Fábio a fazer grande defesa.

No entanto, o Cruzeiro conseguiu equilibrar a partida, mas quem assustou foi novamente o Atlético-MG, que aos 22min, em rápida cobrança de falta na área acertou a trave de Fábio e quase abriu o marcador.

O clube alvinegro assustava cada vez mais e após boa reposição de bola de Diego, Éder Luis escapou em velocidade, driblou Jonathan, passou pelo goleiro Fábio, mas chutou pra fora com o gol vazio.

A situação ficou ainda mais complicada para o Cruzeiro. Aos 36min, o zagueiro Gladstone, que já tinha cartão, puxou Danilinho na entrada da área, levou o segundo amarelo e acabou expulso.

O Cruzeiro ainda teve uma chance no primeiro tempo. Fellype Gabriel lançou Araújo na área, que chutou forte para firme defesa de Diego.

Para o segundo tempo as duas equipes voltaram com a mesma formação. No entanto, o Atlético-MG, com um jogador a mais, conseguiu abrir o placar logo no primeiro minuto da etapa final.

Danilinho caiu pela direita e cruzou na cabeça de Éder Luis, que só teve o trabalho de completar para o fundo das redes. Foi o quarto gol do jogador no Estadual.

A equipe do Cruzeiro sentiu bastante o gol e não conseguiu passar do meio-campo. Já o Atlético-MG continuava pressionando.

O atacante Galvão recebeu de Marcinho e chutou cruzado. A bola passou á esquerda do goleiro Fábio.

Mas aos 36min da etapa final, o time alvinegro conseguiu ampliar o marcador. Danilinho recebeu lançamento, a defesa do Cruzeiro parou no lance pedindo impedimento e o atacante deu um chapéu em Fábio e só tocou para marcar o segundo.

O Cruzeiro ainda teve mais um jogador expulso. Aos 41min da etapa final, Simões derrubou Danilinho na meia-lua e recebeu cartão vermelho direto.

O Atlético-MG teve tempo de marcar mais duas vezes. Marcinho entrou na área e foi derrubado pelo goleiro Fábio. Ele mesmo cobrou e marcou o terceiro.

Na saída de bola, o time do Cruzeiro estava desligado e Vanderlei avançou. O goleiro Fábio estava de costas e o atacante só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.

Logo após o quarto gol, o árbitro apitou o fim da partida. No segundo jogo, o Atlético-MG pode perder por até três gols de diferença que é campeão.

 

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE TRÁGICO
Vitimas do acidente na BR 177 são identificadas: 3 são da mesma familia
CORRUPÇÃO NA SAUDE
MP aponta 'vergonhosa fraude' e aciona prefeito a devolver R$ 4,136 milhões
BORA PRA BONITO - MS
O que é ecoturismo e porque Bonito, MS?
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente com 22 veículos deixa 8 mortos e 20 feridos
PERDAS NA PANDEMIA
Morre 5º pastor da Assembleia de Deus vítima da covid-19
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Motorista bêbado atinge carro e mata 4 adultos e uma criança
LIMPA NOME
Serasa lança nova campanha para limpar nome por apenas R$ 100
FÁTIMA DO SUL - LUTO
Morre Pe. Bonfilho, aos 93 anos, ele dedicou 25 anos da sua vida a comunidade de Fátima do Sul
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Ex-vice prefeito, filho e sogra morrem por covid-19 em três dias
CENA DE TERROR
Após ser curado da Covid-19 dentista mata enfermeira e comete suicidio