Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 2 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Assessores parlamentares são afastados por suposta fraude

11 Abr 2007 - 11h01

A Câmara dos Deputados publicou ontem, com data retroativa ao dia 2, ato assinado pelo presidente da Casa, Arlindo Chinaglia (PT-SP), destituindo de seus cargos 12 assessores parlamentares acusados de fraudar o auxílio que a Câmara dá a funcionários para custear a pré-escola de seus filhos de até sete anos de idade.

Entre os acusados, há assessores que trabalhavam para o vice-presidente da Casa, Narcio Rodrigues (PSDB-MG), para o líder do PP, Mario Negromonte (BA), e para o ex-deputado e hoje vice-governador de São Paulo, Alberto Goldman (PSDB-SP).

Segundo investigação administrativa da Câmara, os acusados apresentaram, em 2004, "recibos fraudulentos" para obter ressarcimento por supostos gastos com a mensalidade escolar dos filhos. O desvio seria de cerca de R$ 1.000 por acusado.

Segundo a Câmara, alguns deles já teriam feito acordo com o Ministério Público para ressarcir os cofres públicos do suposto desvio.

O líder da bancada do PP afirmou que desconhecia a investigação e que exoneraria o assessor caso a Câmara não tivesse publicado a destituição. Negromonte disse ainda que o assessor não trabalhava em seu gabinete na época do suposto delito.

De acordo com a assessoria do vice-presidente da Câmara, o assessor de Narcio Rodrigues foi "vítima de má-fé da creche", que não seria credenciada para apresentar os serviços.

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados
EPICENTRO DA COVID-19
Brasil aproxima de 30 mil mortes pela Covid-19
MEMORIAL
Os brasileiros que perderam a vida na Pandemia do Coronavírus