Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 28 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Assembléia aprova decreto legislativo sobre o Fundersul

13 Mar 2007 - 14h00
Os deputados estaduais aprovaram, por unanimidade, o Projeto de Decreto Legislativo 02/07, da Mesa Diretora, que altera o decreto 445/06, sobre a utilização de recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grossso do Sul (Fundersul).

Com a aprovação, o governador André Puccinelli (PMDB) poderá usar recursos do fundo para a compra de combustível, a recuperação do maquinário e a pavimentação de rodovias.

A proposta é emergencial e a medida só será adotada em caráter temporário. O Fundersul é composto por recursos cobrados dos produtores rurais sobre grãos e bovinos.

De acordo com o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB), presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e relator do projeto, a Assembléia tem competência para gerenciar os recursos do Fundersul. Ele deu parecer oral em plenário e os demais membros aprovaram o parecer. O Plenário aprovou o projeto por unanimidade.

Este foi o primeiro projeto aprovado pelos deputados estaduais de Mato Grosso do Sul neste ano.

 

 

AL / MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSEDIO SEXUAL
Dono de loja é preso por estuprar jovem na entrevista de emprego
100 PAGAMENTOS
Mais de 17 milhões devem ficar sem todas as parcelas do auxílio
ASSALTANTES
Apresentador da Record sequestrado é achado em RR teve braços quebrados e amarrados
BRASIL - 157.397 MORTES
Brasil tem mais 263 mortes e 15.726 novos casos de covid-19
ALIVIO NO BOLSO
Petrobras reduz preços de gasolina e diesel a partir desta terça (27)
BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto