Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 16 de maio de 2021
Busca
Brasil

Artuzi completa um mês preso e recebe primeira visita

2 Out 2010 - 09h08Por Dourados Agora

O prefeito afastado de Dourados, Ari Artuzi (expulso do PDT), completa hoje 1 mês preso, após o terremoto político que atingiu a cidade, com a deflagração da Operação Uragano, no dia primeiro de setembro.

A operação da Polícia Federal trouxe a público um esquema de corrupção e pagamento de propinas que envolve a maior parte dos vereadores da cidade, além de secretários e empresários. O chefe seria Artuzi.

Na Capital, conforme o Campograndenews, ás vésperas de completar 30 dias de prisão, o prefeito afastado recebeu a primeira visita de parentes, em uma cela do Garras (Delegacia Especializada de Repressão, Roubos, Assaltos e Sequestros), na avenida Afonso Pena. Uma das filhas de Artuzi, Juliane, de 15 anos, esteve na delegacia para ver o pai.

Segundo o advogado que representa Artuzi, Carlos Marques, a visita da filha foi emocionante, mas uma concessão, pois nas delegacias não são permitidas visitas.

O prefeito de Dourados está no Garras há uma semana, após ser transferido da 3ª Delegacia de Polícia, no bairro Carandá Bosque, onde ficou desde o dia 1º, quando veio transferido de Dourados por motivo de segurança, dado o clima de revolta que tomou conta da cidade.

A mudança de delegacia em Campo Grande também foi justificada com o motivo segurança. A Polícia Civil teria recebido ameaças de morte ao prefeito, não confirmadas por seu advogado.

Carlos Marques diz achar estranho o fato de Artuzi permanecer preso por tanto tempo, “sem os requisitos exigidos para prisão preventiva”. Para ele, a prisão é ilegal e inédita na história política de Mato Grosso do Sul, já que nenhum outro com mandato passou pela mesma situação.

O advogado recorreu ao STJ (Superior Tribunal de Justiça), mas não está otimista. Como o Tribunal de Justiça do Estado ainda não julgou o mérito do pedido de liberdade, apenas a liminar, o STJ pode optar por não se manifestar até que haja o julgamento do mérito.

No judiciário estadual tramita o pedido de habeas corpus e um recurso contra a prisão. O recurso só deve ser votado no dia 19 de outubro e o mérito do habeas corpus não tem prazo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada