Menu
SADER_FULL
domingo, 27 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Artigo: “Eleição 2010, eu já defini meus votos”, por Silva Junior

21 Jul 2010 - 18h00Por Silva Junior

 

Eleição dois mil e dez...eu já defini meus votos

 

 

Silva Junior

 

 

O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti – Números 6:25

 

 

Tenho cá comigo que as eleições desse ano serão uma das mais ferrenhas dos últimos tempos em nível geral. No Mato Grosso do Sul, a disputa promete ser acirrada para escolha do novo governador, dos deputados estaduais e federais, bem como das duas vagas para o Senado da República.

 

Essa é a minha perspectiva, ninguém é obrigado a concordar. Digo isso por que também sou fanático por política, tenho grande admiração por esse segmento, que a exemplo do social, esportivo e cultural, jugo ser importante para o equilíbrio social.

 

Os eleitores acima de dezesseis anos e aptos tem a prerrogativa de buscar melhorias para sua comunidade por meio do voto, uma ferramenta eficaz que ao mesmo tempo em que coloca também pode tirar a posição de quem não se comportar com decência durante o mandato outorgado e que pertence ao povo no computo geral.

 

Esse ano, os sul-mato-grossenses terão a oportunidade de escolher entre dois pesos pesados para o cargo de governador: André Puccinelli (PMDB) ou José Orcirio dos Santos (Zeca do PT), que encabeçam as duas principais coligações e devem polarizar a disputa pelo comando do Estado.

 

Os dois são respeitados, tem potencial e de densidade eleitoral. Ambos são articuladores respeitados, inteligentes e bons de votos. Eles sabem que além de toda essa citação tem que ter sobra de graxa para se alcançar a vitória. Por enquanto, os tabuleiros estão sendo armados e as peças aparecendo paulatinamente.

 

A “briga” já promove desdobramentos sensacionais e até o dia das eleições, 3 de outubro, muita coisa pode ocorrer. Esse é o jogo. São dois adversários fortíssimos, disso ninguém duvida. O embate só será decido no apagar das luzes, ou seja, a peleia só está começando.

 

Da mesma forma, as vinte e quatro cadeiras da Assembléia Legislativa. Os postulantes percorrem seus e outros redutos avidamente, para abocanhar simpatizantes suficientes para ficar com uma das vagas. As disputas pelas vagas fazem com que os candidatos a deputados estaduais se desdobram a campo na caça de votos, todos estão de olho na faixa acima de trinta mil, essa média é o objeto de desejo dos concorrentes.

 

Outra disputa a ser considerada será pelas oito vagas de deputado federal. Essa rapaziada projeta ultrapassar a casa dos cem mil votos para se garantir em Brasília e a concorrência coloca um pelotão de respeito nesse trilho. Antecipadamente, ninguém canta de galo e a precaução dita o tom nesse momento. Tem muita gente graúda nesse balaio. Bom para o eleitor.

 

As duas vagas para o senado federal então, nem se fala. São quatro gigantes por dois lugares. Legal acompanhar a estratégia de ação de cada coligação e de cada candidato e nesse interím é louvável e têm que se reconhecer as artimanhas impostas por profissionais que acompanham e colocam esse pessoal em evidência.

 

Não deixe de votar. Exerça seu direito. Não esquecer que esse ano também será escolhido o novo presidente (a) do Brasil. Você já escolheu, para quem vai o seu voto? Eu já, tanto na majoritária quanto na proporcional.

 

 

Jornalista/Radialista

 

Em breve

 

Cá Taremos   

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso