Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 24 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Ari Artuzi vai usar R$ 3 mi da Câmara para 13º e recapeamento

30 Dez 2009 - 05h47Por GrandeFM

O prefeito de Dourados, Ari Artuzi (PDT), recebeu ontem da Câmara de Vereadores a devolução de R$ 3 milhões referentes às sobras do duodécimo repassado à Casa durante este ano.
O dinheiro, segundo Artuzi, será utilizado pela prefeitura para execução de obras de recapeamento da malha asfáltica em diversos bairros, compra de terrenos para construção de casas populares e até para ajudar a cobrir a folha de pagamento do 13º salário dos servidores municipais.
“Temos que agradecer ao apoio da Câmara, que tem demonstrado comprometimento com a população. A devolução destes R$ 3 milhões vai nos ajudar no custeio da máquina. Vamos usar o dinheiro para fazer recapeamento do asfalto nos bairros, comprar áreas para construção e casas e para ajudar no 13º, que já foi pago na semana passada. A Câmara tem nos ajudado muito, sendo uma verdadeira parceira da prefeitura. Parte deste dinheiro já tem sido aplicada ao longo do ano, atendendo os pedidos dos vereadores”, enfatizou o prefeito.
O presidente da Câmara, Sidlei Alves (DEM) – que tem como principal reduto eleitoral o distrito de Vila Vargas e zona rural – informou que, pelo acordo firmado entre os vereadores e a Prefeitura de Dourados, parte dos recursos devolvidos pelo legislativo será utilizada para a construção de 150 populares nos distritos, melhoria no transporte escolar rural, ampliação do horário de funcionamento do Hospital de Vila Vargas, recuperação e construção de pontes na zona rural, construção de calçamento no distrito do Panambi e convênios firmados pela prefeitura à pedido da Câmara.
“Poderíamos ter usado este dinheiro para a compra de um novo prédio para o legislativo, por exemplo. No entanto, desde o início do ano, os vereadores já trabalhavam com a ideia de devolver as sobras do duodécimo para que a prefeitura pudesse aplicar em obras que beneficiassem a população dos bairros e dos distritos de Dourados”, relatou o vereador.
Conforme o presidente da Câmara de Dourados, desde o início do ano, a Casa vem reduzindo os gastos com energia elétrica, diárias e combustível, com objetivo de garantir um aporte financeiro que pudesse absorver as despesas que poderiam ser provocadas com a posse dos suplentes beneficiados pela emenda constitucional dos vereadores.
“Fizemos vários ajustes para reduzir as despesas e garantir os recursos necessários para cobrir os gastos extras que seriam provocados, caso a Justiça Eleitoral autorizasse a posse dos suplentes. Enxugamos drasticamente os gastos com energia, diárias, combustível e outras despesas, e, por isso, tivemos a oportunidade de reverter essa sobra em obras para o município”, comentou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada