Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Argentina aceita pagar 50% mais por gás natural boliviano

30 Jun 2006 - 07h36
 

O presidente da Bolívia, Evo Morales, assinou um acordo com o presidente da Argentina, Nestor Kirchner, que prevê que Buenos Aires vai pagar cerca de 50% a mais pelas importações dela de gás boliviano. Garantir preços mais altos é parte da estratégia de Morales para aumentar a receita da indústria de energia do país e investir no desenvolvimento de projetos.

A Bolívia, que nacionalizou o setor de gás e combustíveis em maio, ainda está envolvida em duras negociações com o Brasil, que é um outro mercado-chave para o país. Kirchner e Morales também prometeram avançar planos para um novo gasoduto entre os dois países.

O acordo impede, de maneira indireta, que a Argentina venda gás para o Chile, com o qual a Bolívia tem uma disputa territorial.

 

BBC Brasil

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro