Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Após morte de menino, Santa Casa alerta para prevenção de queimaduras

20 Mai 2011 - 14h39Por Campo Grande News

Na semana marcada pela morte do menino Thiago, que teve 60 % do corpo queimado ao brincar com álcool líquido, médicos da Santa Casa de Campo Grande fazem alerta sobre a importância da prevenção e dos primeiros cuidados em caso de queimaduras.

De acordo com a médica Marialda Pedreira, chefe do serviço de Cirurgia Plástica do hospital, os acidentes domésticos vitimando crianças continuam sendo a grande causa das internações no setor de queimados. Hoje há sete vítimas de queimaduras internadas na Santa Casa, sendo quatro crianças e três adultos.

“Nós registramos aqui uma média de 20 a 30 atendimentos por mês, mas já houve períodos com muito mais casos, como no mês passado, quando tivemos 27 internações, todas de pessoas que se queimaram ao fazer bife na chapa”, conta a médica, explicando que essas queimaduras aconteceram também por causa do álcool: “A pessoa não vê que ainda há fogo no recipiente sob a chapa e joga mais álcool, o que acaba provocando o acidente”.

Ainda de acordo com a médica, os acidentes domésticos envolvendo álcool e vitimando crianças estão entre os mais comuns. “Mas são corriqueiros também a queimadura por água quente e as mãozinhas na porta do forno, que é uma queimadura bem complicada”, conta.

Cuidados - Marialda lembrou também que crianças e idosos são mais suscetíveis às complicações geradas pelo quadro de queimadura, e alertou para a importância dos primeiros cuidados: “A primeira coisa a fazer é lavar a área queimada com água em abundância, em seguida procurar o hospital. Se for uma queimadura pequena, pode-se no máximo aplicar um pouco de vaselina líquida, mas não pomadas, medicamentos ou aqueles tratamentos caseiros, como aplicar pasta de dente, que eram mais comuns antigamente. Quanto menos se fizer em casa, melhor”.

Rafael - Jogar muita água foi a primeira providência da mãe de Rafael, 4 anos, internado desde segunda-feira (16) com queimaduras de terceiro grau no rosto, e que recebeu alta nesta sexta-feira (20).

De acordo com a mãe, Bruna Araújo Pereira, de 23 anos, o acidente aconteceu porque Rafael pegou um frasco de álcool líquido e um isqueiro, e acendeu o fogo na boca do frasco. “Eu estava guardando roupa e ouvi o barulho dele subindo na estante, mas quando cheguei pra ver, já ouvi o grito e vi o fogo”, conta.

A família mora no bairro Estrela Parque, em Campo Grande, e, de acordo com Bruna, Rafael continuará sob acompanhamento médico, já com retorno marcado para avaliar a indicação de cirurgia plástica. “Ele ainda sente dor, e está tendo febre, mas vai ficar bem”, confia a mãe.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro