Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 28 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Após alteração no compulsório, juros bancários de pessoa física avançam

26 Jan 2011 - 10h44Por G1

Após alteração nos depósitos compulsórios, medida anunciada pelo Banco Central no início de dezembro, os juros bancários cobrados pelos bancos em suas operações com pessoas físicas, que haviam atingido a mínima histórica em novembro, voltaram a subir no mês passado, segundo números divulgados nesta quarta-feira (26) pelo Banco Central.

De acordo com a autoridade monetária, os juros bancários médios cobrados dos bancos em suas operações com pessoas físicas avançaram de 39,1% em novembro para 40,6% em dezembro, ou seja, um aumento de 1,5 ponto percentual. A série histórica do BC dos juros bancários tem início em julho de 1994.

A taxa média de juros dos bancos para todas operações de crédito, por sua vez - o que inclui pessoas físicas e jurídicas - subiu de 34,8% ao ano em novembro para 35% ao ano em novembro, informou a autoridade monetária. Já a taxa cobrada pelos bancos das empresas operou na contramão em dezembro, quando somou 27,9% ao ano, contra 28,6% ao ano em novembro.

Taxa de captação dos bancos
Os dados do BC mostram que o aumento dos juros bancários foi motivado, também, pela alteração nas regras dos compulsórios, medida que retirou R$ 61 bilhoes da economia - o que impacta nos juros cobrados pelos bancos. A taxa de captação das instituições financeiras, ou seja, quanto os bancos pagam pelos recursos, somou 11,5% ao ano em dezembro. É o maior valor desde fevereiro de 2009, quando estava em 11,6% ao ano.

Principais linhas de crédito
Em dezembro, a taxa média dos bancos nas operações com cheque especial de pessoas físicas somou 170,7% ao ano, o maior valor desde janeiro de 2009 (172% ao ano). Com isso, o juro do cheque especial continua sendo um dos mais altos de todas modalidades de crédito.

Para as operações de crédito pessoal com pessoas físicas, a taxa média cobrada pelas instituições financeiras avançou de 42% ao ano em novembro para 44,1% ao ano em dezembro, informou o Banco Central. Para aquisição de veículos, os juros médios das operações somaram 25,2% ao ano em dezembro, contra 22,8% ao ano em novembro. No mês passado, o BC passou a cobrar mais capital dos bancos que operam linhas de crédito com prazo mais longo para compra de veículos.

No caso das linhas de crédito de empresas, a taxa para desconto de duplicata passou de 41,1% ao ano em novembro para 39,1% ao ano em dezembro. Para capital de giro, os juros médios dos bancos foram de 27,3% ao ano em dezembro deste ano, na comparação com 28,2% em novembro.

 

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: PMMS/ BMMS BOMBEIROS DE MS NO RS
Com atuação de equipes dos Bombeiros, PM e Defesa Civil, MS continua a apoiar o Rio Grande do Sul
Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área

Mais Lidas

FÁTIMA DO SUL EM DESTAQUE
Conhecendo Fátima do Sul com Leandro Santos: Uma viagem cultural pelo Favo de Mel do MS
Evento
Confira as duas galerias de fotos da premiação do Mês das Mães no Mercado Julifran
FATIMASSULENSE EM DESTAQUE
Fatimassulense é pódio em mais um rodeio em touros, agora na Expotac 2024
O caso será investigado pelo SIG / Divulgação/JP NewsCRIME EM MS
Homem é executado a tiros dentro de casa em MS
Fotos: Washington Lima / Fátima Em DiaFÁTIMA DO SUL - REFORMA ILHA DO SOL
Prefeita Ilda Salgado Machado inicia reforma transformadora da Ilha do Sol em Fátima do Sul, ASSISTA