Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de janeiro de 2021
Busca
HUMORISTA

Após 89 dias, humorista Shaolin continua internado em estado grave

Shaolin foi atingido por um caminhão na BR-230 em Campina Grande

20 Abr 2011 - 05h17Por R7

O humorista Francisco Jozenilton Veloso, conhecido como Shaolin, permanece internado no Hospital das Clínicas, em São Paulo, em estado grave. Shaolin sofreu um grave acidente no dia 18 de janeiro, na BR-230, em Campina Grande (PB).

Há 88 dias sem evolução do quadro de saúde, Shaolin está em coma. Maria Laucidéia Veloso, mulher do humorista, disse que não há previsão para ele sair do coma.

"Os médicos dizem que eu tenho que ter paciência, porque é imprevisível. Clinicamente, ele está bem, mas neurologicamente não tem reação", disse Maria Laudicéia ao site "R7", acrescentando que só volta para casa ao lado de Shaolin.

No acidente, o humorista foi atingido por um caminhão que invadiu a contramão. Entretanto, o motorista Jobson Clemente Benício, de 23 anos, disse que foi Shaolin que provocou o acidente. O humorista perdeu musculatura e massa óssea, além de ter o braço esquerdo quebrado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS
COM DESCONTOS
Veja as opções de pagamento do IPVA com desconto
CASA PRÓPRIA
Casa Verde e Amarela substitui Minha Casa Minha Vida com opção para renegociar dívidas e menos juros