Menu
SADER_FULL
segunda, 25 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Apicultores de Terenos recebem curso sobre agronegócio

15 Ago 2006 - 07h37

Nos dias 17 e 18 de agosto 30 produtores de Terenos receberão o Curso “Juntos somos Fortes – Agronegócio”, promovido pelo Projeto GEOR (Gestão Estratégica Orientada para Resultados) de apicultura do SEBRAE/MS. O objetivo é fortalecer o espírito cooperativista e associativista; destacar a importância do trabalho em conjunto para alcançar bons resultados e os caminhos para aumentar a produção e a produtividade no campo.

 

O curso é direcionado especialmente para o grupo de apicultores do município, com palestra do instrutor Paulo Edson Machado e será realizado no restaurante Massaki (no trevo próximo da BR 262). O Projeto COMSOL (Comunidades Rurais Solidárias), Sindicato Rural e Prefeitura são parceiros no evento viabilizando o contato com os produtores, transporte e alimentação nos dias do curso.

O Projeto Comunidades Rurais Solidárias (COMSOL) completou um ano de execução com conquistas importantes para produtores rurais familiares de Mato Grosso do Sul. O COMSOL atende diretamente cerca de 180 pequenos produtores de Terenos, Nioaque, Fátima do Sul, Maracaju, Glória de Dourados e Bataguassu. Durante esse período possibilitou a capacitação de aproximadamente 1.250 produtores em 23 eventos como missões técnicas, palestras, cursos, dias de campo, feiras e outros encontros, na busca por informações que contribuam para melhorar a gestão das pequenas propriedades rurais. 

Com prazo de três anos de duração o COMSOL auxilia os produtores a aumentarem a renda em 30%, sendo coordenado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Mato Grosso do Sul (SEBRAE/MS) e executado pela Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (FUNAR) e conta com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional de Mato Grosso do Sul (SENAR-AR/MS) e outros parceiros importantes como: prefeituras, câmaras de vereadores, sindicatos rurais, conselhos municipais de desenvolvimento rural, Instituto de Desenvolvimento Agrário, Assistência e Extensão Rural de Mato Grosso do Sul (IDATERRA), instituição de ensino, associações de produtores e representantes do público-alvo. Além disso, novos parceiros estão aderindo como: Embrapa Agropecuária Oeste – Centro de Pesquisa Agropecuária do Oeste de Dourados, Eletrosul Centrais Elétricas S.A. – Programa Luz para Todos, Banco do Brasil e Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (IAGRO).

Todas as propriedades atendidas nos seis municípios foram diagnosticadas e para cada uma foi desenvolvido um plano de ação. Segundo o coordenador de processos do COMSOL (FUNAR), Antonio Minari Junior, o primeiro ano do Projeto foi de estruturação, elaboração de planos de ação e de visitas periódicas aos produtores pelos Agentes de Desenvolvimento Rural (ADR’s), com orientações, extensão rural e acompanhamento sistêmico das famílias. “Apesar da crise do agronegócio brasileiro, o COMSOL vem se fortalecendo com importantes parcerias que podem auxiliar nas análises de solo, exames dos animais e em todo o processo produtivo. Para auxiliar na comercialização o Projeto está em negociação com uma importante rede de supermercados. São conquistas que vão proporcionar ganhos futuros, com certeza”, destaca Minari.

Através dos diagnósticos foi possível identificar as atividades e a produtividade de cada propriedade. A pecuária leiteira está presente nos seis municípios com 2.890 cabeças de bovinos e produção anual de 1 milhão e 300 mil litros de leite. Outras atividades são desenvolvidas pelos produtores que investem na diversificação de culturas: com rebanho de aproximadamente 400 ovelhas; 16 tanques de piscicultura e 3.700 peixes de 12 espécies; 1.390 aves de corte e 297 colméias. A produção anual é de 25 mil quilos de café orgânico; 10 toneladas de erva-mate; 150 toneladas de mandioca; 4 mil toneladas de banana; 10 mil quilos de mel; 3 toneladas de pimenta; 20 mil quilos de hortaliças.

Glória de Dourados se destaca no Projeto pelo cultivo de orgânicos. A mandioca orgânica, por exemplo, vem alcançando preços melhores dos pagos pela mandioca no sistema convencional.  Antonio Xavier da Silva converteu sua propriedade para o sistema orgânico há 5 anos e na última colheita, em junho passado, se surpreendeu com a produtividade de 35 toneladas de mandioca de 1 ano e 8 meses por hectare. Seu Xavier negociou a tonelada por R$ 150, sendo que no período a indústria estava pagando apenas R$ 76 pela mandioca convencional. O produtor, Pedro Luiz de Souza, converteu sua propriedade para orgânico há oito anos e diz que só agora está colhendo os frutos pelo esforço de produzir alimentos sem agrotóxicos em respeito ao meio ambiente e ao consumidor. As 80 toneladas de mandioca orgânica que Seu Pedro colheu este ano foram exportadas para os Estados Unidos. Os produtores do COMSOL se enquadram na modalidade do Comércio Justo e Solidário e isso agrega valores a produção de agricultores familiares. Os orgânicos também estão tendo cada vez mais destaque em feiras e na mesa dos consumidores, prova disso são as exportações para os Estados Unidos de farinha de mandioca e de amendoim e café para países da Europa.

O produtor Celso Vivan, de Terenos, colhe cerca de 20 caixas de banana por mês de 25Kg cada caixa do seu pequeno lote de 3,6 ha. Além disso, ele e outros 24 produtores fundaram a Associação Pontalzinho de Produtores Rurais, onde colhem cerca de 60 toneladas de banana por hectare ao ano; entre 160 e 200 caixas são vendidas por semana para o comércio de Campo Grande. Já o produtor Geraldo Caetano Cachoeira da Associação Guariroba, também de Terenos, investir no cultivo de pimentas em uma área de 2,5 há. e comercializa até 52 quilos de pimenta de sete variedades por semana, 208 quilos/mês de pimentas engarrafadas e a granel.

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA