Menu
SADER_FULL
domingo, 18 de abril de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Anvisa lança sistema para monitorar a infecção em hospitais

10 Set 2004 - 17h05
 

A partir de segunda-feira, hospitais públicos e privados de todo o Brasil contarão com um instrumento informatizado para acompanhar a ocorrência e a gravidade das infecções hospitalares, obtendo indicadores confiáveis e permitindo também a identificação rápida de surtos nos estabelecimentos de saúde. O Sinais (Sistema Nacional de Informação para o Controle de Infecções em Serviços de Saúde) é um programa gratuito desenvolvido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para – em tempo real – obter de forma fácil, ágil e padronizada os indicadores de infecção nos serviços de saúde, alimentando um banco de dados nacional, que será acessível a municípios, estados e governo federal.

Dessa forma, as ações básicas de controle de infecções poderão ser priorizadas de acordo com a realidade local, poupando esforços e potencializando investimentos. No Brasil, poucos hospitais utilizam sistemas informatizados produzidos por empresas especializadas para auxiliar no registro das ocorrências de infecção - a maioria registra os casos manualmente. Com o Sinais, as informações enviadas alimentarão uma base de dados nacional, que permitirá análise dos indicadores de infecção nacionais, discriminados por hospital, município e estado.

O controle das infecções hospitalares constitui um dos maiores desafios do sistema de saúde, dentro da premissa básica de não causar danos aos pacientes. Diversos estudos apontam para a possibilidade de redução de 30% a 70% na ocorrência dessas infecções, identificando os programas de monitoramento como uma das principais ferramentas para esta diminuição. O sistema permite a obtenção de indicadores que consideram os riscos relacionados ao tempo de internação e de exposição a procedimentos invasivos e as características dos pacientes e das unidades de internação.

Além dos indicadores sobre as infecções, o Sinais contribuirá no combate à resistência microbiana, possibilitando a análise do perfil de sensibilidade de todos os microrganismos e o seu acompanhamento por tipo de ambiente ou unidade assistencial. Os treinamentos para uso do Sinais e a metodologia preconizada pelo Ministério da Saúde terão início ainda este ano, abrangendo gestores estaduais e municipais e serviços de saúde com prioridade aos de maior complexidade e risco.

 

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições