Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

Anticoncepcionais podem afetar maneira que a mulher vê o homem

16 Out 2009 - 05h46Por Terra

Na década de 60 a mulher era apenas coadjuvante na questão de prevenção de gravidez. Podia contar somente com a tabelinha ou com a disposição do marmanjo em conseguir se conter na hora H. Ao mesmo tempo, as moçoilas babavam com tipos másculos e machões nas telas de cinema como Kirk Douglas, Sean Connery, Steve McQueen, Paul Newman, Marlon Brando, Rock Hudson (ok, na época ele ainda era um símbolo masculino) e Burt Lancaster. Eis que surge a pílula anticoncepcional e finalmente o público feminino tem o ato sexual em suas mãos. Quarenta anos depois cientistas começam a estudar se os hormônios na pílula estão fazendo as moças preferirem homens mais feminilizados ou com ar mais infantil. Se a teoria estiver certa, talvez explique porque hoje elas babam por tipos metrosexuais e andróginos como Johnny Depp, Brad Pitt, Leonardo de Caprio, Jude Law, David Beckham ou Zac Efron.

A pesquisa, feita pela Universidade de Sheffield na Inglaterra e publicada no periódico especializado Trends in Ecology and Evolution, não é conclusiva. Na verdade, os próprios cientistas envolvidos acreditam que ainda há muito o que se entender sobre os efeitos colaterais das pílulas. Alguns estudos anteriores foram levados em conta, porém para se construir essa teoria. É sabido, por exemplo, que as mulheres quando estão no período da ovulação - o período fértil - preferem homens com aparência mais masculina ou "geneticamente diferentes" (cuja aparência se distancia bastante daquela de uma mulher). Já nos momentos não-férteis, as moças tendem a se voltar para caras com um look mais feminilizado ou infantil. Uma vez que com a pílula, a mulher não tem período fértil, então os hormônios não as levariam a buscar homens mais "broncos".

Existe também o caminho inverso. Estudiosos já mostraram que no período fértil o público feminino torna-se mais atraente aos moços, provavelmente devido a resquícios do passado instintivo da humanidade que envolvem perfume natural e comportamento para chamar a atenção para a fertilidade. Os anticoncepcionais também podem ter cortado esse ritual. Enfim, segundo o Dr. Virpi Lumma, co-autor do estudo, isso é apenas o começo, já que existem crescentes pesquisas em torno do quanto a pílula está alterando os hábitos de acasalamento do ser humano e sua habilidade de se reproduzir. Quanto aos artistas de Hollywood, que tal a ciência explicar porque Keanu Reeves faz sucesso?

Deixe seu Comentário

Leia Também

APOSTAS NO BRASIL
É legal apostar em esportes no Brasil?
CRIME BRUTAL
Mulher é encontrada morta com rosas, uma aliança nas mãos e frase cruel escrita na testa
TRAGEDIA
Casal é encontrado morto no banheiro com o chuveiro ligado
VEJA VÍDEO
Servidora não deixa lençol sujar com sangue de bandido e viraliza na internet
LUTO NA TV
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da covid
COPA AMÉRICA
Com mudanças, Brasil encara Colômbia para garantir liderança do grupo
JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo