Menu
SADER_FULL
sexta, 3 de dezembro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

André quer candidato do PMDB a vice-governador

5 Dez 2009 - 10h15Por Mídia Max

O governador André Puccinelli (PMDB) disse nesta manhã que gostaria de disputar a reeleição no ano que vem tendo como candidato a vice um nome do PMDB. “Se prevalecer a minha vontade, a vontade do André que tem um voto na Executiva, o PMDB terá o governo e a vice. Os outros [partidos aliados] terão outros cargos na coligação”, declarou.

 

A frase foi uma resposta ao questionamento sobre a possibilidade do seu grupo disputar a eleição em uma chapa pura. O governador nega que o PMDB tenha tal pretensão. “Chapa pura não vai existir. Em um sistema pluripartidário se faz coligações e vão ser feitas”, assegurou.

 

Porém, o desenho de chapa feito hoje pelo governador reserva apenas uma vaga ao Senado na composição majoritária aos partidos aliados. As outras três, de governador, vice e a segunda de senador ficariam com o PMDB.

 

Nesta manhã, o governador entregou materiais para fanfarras de 13 cidades, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, em Campo Grande. No local, ele se permitiu especular sobre a composição de sua chapa nas eleições de 2010 e revelou que pretende incluir Três Lagoas e Dourados na majoritária.

 

Disse que o candidato a vice precisa ser de uma cidade com grande número de eleitores e revelou que há nomes de Três Lagoas, fortemente cotados para fazer a parceria com ele. Questionado se não estaria se referindo a prefeita de Três Lagoas, Simone Tebet que é do PMDB, André não chegou a descartar, mas apontou dificuldades.

 

“Eu acho que seria difícil ela renunciar a prefeitura para disputar as próximas eleições”, mencionou. Simone é um nome corriqueiramente lembrado para a vaga de vice, mas sempre negou que houvesse qualquer negociação concreta sobre a participação dela na chapa de André.

 

Porém, conforme o governador, a vice prefeita de Simone, Márcia Moura, também do PMDB, está cotada para a vaga. Estaria ainda em avaliação uma empresária de Três Lagoas. O governador manteve sigilo sobre o nome, mas esboçou preferência pela indicação de uma mulher para a vaga. “Tem 67% de chances de ser mulher”, disse.

 

Entretanto, o governador deixou claro que, por hora, todos os nomes cogitados estão no campo das hipóteses. A definição, segundo ele, caberá às pesquisas.

 

Como se sabe, foi deflagrado na base de sustentação política do governador na Assembleia, um movimento para indicar o vice de André. O governador não desmereceu a intenção dos deputados, mas esclareceu que ela só dará resultado se estiver em sintonia com a vontade popular.

 

“Ninguém está descartado, nem Jerson [presidente da Casa], nem Akira [deputado estadual], nem ninguém. Eu vou fazer o que o povo disser através das pesquisas”, salientou.

 

Portanto, seguindo o raciocínio de André, não está descartada a possibilidade de Dourados ser inserido na chapa novamente com o candidato a vice. Atualmente, o vice de André é Murilo Zauith (DEM), de Dourados.

 

“Nada é obrigatório. Se o vice for de Dourados, o senador pode ser de Três Lagoas”, disse.

 

Atualmente, Murilo Zauith, se apresenta como pré-candidato ao Senado, um antigo sonho. De fato, o governador deu a entender que tal projeto pode se concretizar, pois está propenso a destina a vice para o PMDB.

 

Partidos aliados

 

A chapa desenhada por André Puccinelli nesta manhã, não chega a ser pura, mas é quase, uma vez que das quatro vagas da majoritária ficaria com os aliados. “Só digo uma coisa a chapa não é impura”, brincou.

 

Ele afirma que está deixando sim espaço suficiente aos partidos aliados ao oferecer uma vaga de senador e ainda a possibilidade de indicar dois suplentes de senador.

 

Sugeriu ainda que pode haver um revezamento entre senador e suplente para acomodar os partidos aliados nos espaços de poder. “Pode ser que o titular fique seis anos e o suplente dois”, mencionou, lembrando o caso do senador Valter Pereira que foi suplente de Ramez Tebet.

 

Valter, aliás, enfrenta disputa interna no PMDB para ficar com a vaga ao Senado. Ele concorre com o deputado federal, Waldemir Moka (PMDB). As prévias marcadas para 7 de março escolherão um dos dois.

 

André mencionou que é bom em mexer a peças no tabuleiro político, portanto, conseguirá acomodar os aliados sem dificuldades. O governador tem no seu leque de aliados, além do DEM, PSDB, PPS, PR e outros.

 

No desenho feito hoje, em momento nenhum, o governador incluiu os petistas, numa demonstração de que já considera a aliança inviável no Estado. No dia 13, os petistas farão evento festivo para lançar a candidatura de Zeca do PT ao governo e do senador Delcídio à reeleição.

 

Pesquisa para rir

 

Ainda no evento desta manhã, o governador comentou a pesquisa divulgada na tarde de ontem pelos petistas. Em um cenário simulado André e Zeca aparecem empatados com 38% das intenções de voto para o governo do Estado.

 

Arquivo Midiamax

“Não dá para entender se tira a Marisa da pesquisa ele [Zeca] cresce. Em todas as simulações que a gente faz, até pelo tempo que estamos juntos, 75% dos votos da Marisa migram para mim (...) É bom para dar risada. Gostei da piada”, disse.

 

Leia Também

ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio