Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 24 de julho de 2021
Busca
Brasil

André, Moka e Marun reafirmam apoio a empresariado jovem

22 Jul 2010 - 13h35

O deputado estadual, Carlos Marun ficou responsável por colher assinaturas para aprovação do Projeto de Lei que institui a Semana do Consumidor e do Empreendedor

 

O governador e candidato à reeleição, André Puccinelli, declarou na noite de quarta-feira (21/7) durante reunião com empresariado jovem de Campo Grande o apoio às propostas do Projeto de Lei Estadual, de autoria do Conselho de Jovens Empresários de Campo Grande, que entre outros objetivos visa instituir no calendário oficial de Mato Grosso do Sul a Semana Estadual do Jovem Empreendedor e a Semana Estadual do Consumidor.

 

Aproximadamente 300 jovens foram manifestar apoio à reeleição dos candidatos do PMDB e apresentaram uma pauta de reivindicações para serem incorporada as diretrizes de governo para o próximo quadriênio.

 

Puccinelli falou aos jovens sobre as conquistas da Administração e solicitou ao deputado estadual, candidato à reeleição, Carlos Marun (PMDB) a coleta de assinaturas para que o projeto seja votado em regime de urgência. “Marun fará a coleta das assinaturas. Quero deixar claro o nosso apoio e tudo que estiver ao nosso alcance será feito”, declarou o governado.

 

André reafirmou o compromisso.  “Estaremos juntos para trazer o congresso para cá. Nosso objetivo agora é buscar ousada e agressivamente essa conquista para Campo Grande”.

 

MS APTO A RECEBER NOVOS INVESTIMENTOS

 

Durante a reunião, Puccinelli explicou aos empresários as mudanças estruturadas desde que assumiu o mandato. “Estamos com receitas empatadas com as despesas. Essa é a nossa realidade atual. Procuramos despolitizar as secretarias e atender a todos. O governo tem diretrizes e elas devem ser do Estado e não partidárias”.

 

Com relação ao desenvolvimento alcançado por Mato Grosso do Sul, ele lembrou que há 50 anos a economia era essencialmente pecuária e agora o trabalho está sendo diversificado. “Trabalhamos atualmente sobre cinco novos eixos. Agregamos a pecuária à soja. Há aproximadamente 15 anos estamos vivendo um processo de industrialização. Quando cheguei à administração, como médico, quis fazer um diagnóstico, e foi através do macrozoneamento [ pesquisa feita em 18 meses] que pudemos concluir o que nossas terras estavam aptas a produzir, solidificando e mudando desta forma a matriz econômica do Estado”.

 

Ele ressaltou que todo o processo começou com o Programa MS Empreendedor. “Estamos conseguindo trazer novos investimentos para Mato Grosso do Sul. Somos uma região rica em minérios, e vamos criar a primeira siderúrgica do Estado. Incentivamos a silvicultura e estamos trabalhando para agregar valor aos nossos produtos. Tudo isso traz reflexos na economia do Estado, consequentemente muda o panorama e influencia em todos os segmentos”.

 

Para receber novas indústrias, o processo de investimento em infraestrutura não poderia ficar de fora. Para fortalecer a economia, Puccinelli salientou que primeiro foi preciso pagar as dividas. “Para pagar uma divida, é preciso reduzir despesa ou aumentar a receita, ou ainda fazer as duas em conjunto. Muita gente não sabe que o MPE [Ministério Público Estadual] recebe um percentual que nos obriga a pagar a receita corrente liquida. No primeiro ano economizamos R$ 75 milhões, diminuímos os recursos repassados à Assembleia Legislativa, e esta foi a que mais contribui reduzindo em R$ 35 milhões o orçamento. Foi desta maneira que conseguimos nos reorganizar. Digo isso para que saiba que reorganizamos a casa e agora podemos investir e novos caminhos”, enfatizou aos empresários.

 

JOVENS EMPREENDEDORES EM MS

 

Na proposta do Conselho de Jovens Empresários está fomentar e desenvolver a economia local, além de criar mecanismos para valorizar o espírito empreendedor entre os jovens. Para o empresário, MaiconThomé Marins, a classe precisa saber o que vai ser feito para dar continuidade ao desenvolvimento do Estado. “Precisamos estar conscientes dos rumos que Mato Grosso do Sul deve tomar nos próximos anos. Também é de nossa responsabilidade eleger representantes que trabalhem e se preocupem com os rumos do comércio”.

 

Para o empresário, Eduardo Cury, é importante a liderança de novos grupos no meio empreendedor. “Precisamos implantar ações de mudança. Não é um pensamento coletivo que começa essa transformação e sim o pensamento individual. Queremos trazer fomento econômico e de formação”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRABALHO ESCRAVO
Aliciamento de crianças: família de líderes religiosos é presa em operação da polícia
ATO OBSCENO
Homem é detido após entrar nu em culto evangélico
TRAIÇÃO
Vídeo: Mulher flagra marido com travesti dentro do carro e 'pancadaria come solta'
COVID 19 NO BRASIL
Brasil tem 1 órfão por covid a cada 5 minutos: 'Pensamos que crianças não são afetadas, mas sim
SELEÇÃO OLIMPICA
Brasil ameaça passeio em estreia contra a Alemanha, mas desperdiça chance de goleada histórica
TRAGÉDIA NO RIO
Barco vira com nove pessoas matando 3 crianças e 3 adultos
REVOLTA
Mulher tem parte do rosto destruído por ataque de pitbull sem coleira; assista
FLAGRA
Vigilante descobre traição e mata amante da esposa com 3 tiros
SOB INVESTIGAÇÃO
"Te achei!", gritou suspeito antes de matar jovem de 16 anos com 10 tiros
CRIME PASSIONAL
Homem mata a ex-mulher e atira contra a própria cabeça