Menu
SADER_FULL
sexta, 18 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

André desmente números do reajuste da educação do governo anterior

31 Ago 2010 - 16h11Por Fátima News com assessoria

O governador André Puccinelli desmentiu, com base nas tabelas oficiais de vencimentos, os índices de reajuste de professores atribuídos ao Governo anterior. Segundo os dados disponíveis na Secretaria de Educação, não são verdadeiras as notícias veiculadas sobre evolução salarial de 215% dos professores. O índice é de 57%.  

 

 

“Os dados divulgados pelo nosso adversário não são sérios”, explicou André, exemplificando que para chegar ao reajuste de 215% anunciado, a assessoria do candidato petista parte de uma remuneração de professor com carga horária de 20 horas (R$ 287,27 em 1998)  e fecha o cálculo usando a remuneração de um professor com carga horária de 40 horas (R$ 905,10 em 2006).

 

 

“Ocorreu um equívoco ou foi uma informação divulgada errada de propósito, visando confundir. Se foi a segunda hipótese isso é uma falta de respeito aos professores e a opinião pública”.

 

 

Na verdade, o professor de 20 horas que tinha vencimento de R$ 287,27, em 1998, passou a receber R$ 452,57, em 2006, conforme pode o reajuste assegurado pela lei 3.190 de 2006. Isso significa uma evolução salarial de 57%, bem inferior aos 215% alardeados pela comunicação petista.

 

ATUAL GOVERNO

 

No dia do debate na FETEMS, André ressalta que a sua gestão elevou o salário inicial do professor de 20 horas de R$ 452,57 (2006) para R$ 938,15, em 2010, acumulando um percentual total de 107,30%. Esse índice é cinco vezes maior do que a inflação do período que foi de 21,12% - IPCA-e estimado até o final de 2010.  

 

Quando André assumiu, Mato Grosso do Sul ocupava o sexto lugar no ranking nacional de salário de professores. Ano passado essa posição evoluiu para o quarto lugar e chegou na terceira posição em 2010. “Vamos continuar evoluindo a fim de oferecer para a nossa juventude um dos melhores ensinos do País”, afirma o governador.

 

André lembra que conclui o primeiro período do governo estadual sem nenhuma greve ou paralisação dos trabalhadores na educação, ressaltando que cumpriu todos os compromissos acordados com a categoria e vai manter a política de reajustes salariais acima da inflação.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa abre 770 agências amanhã das 8h às 12h
Apesar do esforço médico a adolescente não resistiu. DESCARGA FATAL
Adolescente segura extensão de energia e morre após sofrer descarga elétrica
Assaltante magro está com um revólver na mão direito e boné na esquerda TERROR NA RODOVIA
Vídeo mostra ação extremamente violenta de ladrões em Rodovia
As imagens mostram que a vítima estava prestes a sair de moto VIOLENCIA NA CIDADE
Homem é flagrado agredindo e tentando atropelar a ex; veja vídeo
Bolsonaro autorizou estudos para a área. PROGRAMA ASSISTENCIAL
Após desistir do Renda Brasil, Bolsonaro autoriza criação de novo programa social
Bolsonaro com Ricardo Barros APREENSÃO
Gaeco cumpre mandado em escritório de Ricardo Barros, lider do governo Bolsonaro na Câmara
presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) AGORA
Maia testa positivo para Covid-19, informa assessoria do deputado
 Joice Pastre, 27 anos, morreu na última sexta-feira (11) GESTO NOBRE
Família doa órgãos de jovem que sofreu aneurisma cerebral
Agência da Caixa atenderá em Fátima do Sul nesta quarta feira AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa paga auxílio emergencial para 3,9 mi nascidos em junho
Na semana passada, Bolsonaro descartou o fim do seguro-defeso BOLSA FAMILIA
Governo vai manter o Bolsa Família, diz Bolsonaro