Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de outubro de 2021
Busca
Brasil

André cai e Delcídio sobe a 3 semanas das eleições

11 Set 2006 - 08h45

Depois de dois meses de campanha eleitoral e faltando três semanas para as eleições, pela primeira vez houve mudanças nos números das pesquisas eleitorais em setembro, apontando uma pequena queda do candidato a governador André Puccinelli (PMDB) e uma subida do candidato do PT, senador Delcídio do Amaral. A pesquisa estimulada da Tendência realizada para o Correio do Estado/TV Campo Grande mostrou que André caiu de 57% em agosto para 54,3% em setembro nas intenções de voto.

A queda foi de 2,7 pontos percentuais. Delcídio saltou de 23,8% para 28,8% no mesmo período, conquistando 5 pontos percentuais. A pesquisa foi realizada no período de 2 a 6 de setembro, com 1.500 eleitores.

Com essas mudanças, a grande diferença entre André e Delcídio caiu de 33,2 para 25,5 pontos percentuais em menos de um mês. Mesmo assim não deixa de ser uma vantagem significativa que assegura, se as eleições fossem hoje, a vitória do candidato do PMDB no primeiro turno. Mas com a movimentação dos números, Delcídio conseguiu reduzir em 7,7 pontos percentuais a diferença para André.

Com a margem de erro estimada em 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos, André (54,3%) teria entre 56,8% e 51,8%. Nem assim, André atingiria o índice de 57% obtido na pesquisa de agosto, enquanto Delcídio (28,8%), com a margem de erro, ficaria entre 31,3% e 26,3% das intenções de voto.

Os demais candidatos a governador de Mato Grosso do Sul permaneceram embolados na lanterninha e bem distantes de André e Delcídio. A soma das intenções de voto obtida pelos nanicos chega a 1,2%, um índice insignificante para influenciar na realização do segundo turno.

O candidato do PSDC, Elizeu Amarilha, estacionou em 0,5%, o mesmo índice de agosto, a exemplo do que ocorreu com Tito Lívio, do PV, que não saiu de 0,3%. O candidato Carlos Dutra, o Carlito, do PSOL, recuou de 1,3% da pesquisa de agosto para 0,4% em setembro.

O índice de quem não votaria em nenhum dos candidatos a governador ficou estável em relação à pesquisa anterior. Se as eleições fossem hoje, 3,2% não optariam por nenhum nome que concorre ao Governo do Estado. Em agosto, o índice era de 3,8%.

Os números dos indecisos praticamente são os mesmos da pesquisa anterior. Hoje, 12,5% dos eleitores consultados pela Tendência ainda não escolheram o candidato em quem vão votar para a sucessão do governador José Orcírio dos Santos (PT). Em agosto, os indecisos somaram 13,3%.

Correio do Estado

Leia Também

VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro
AUXILIO EMERGENCIAL
Presidente está de acordo a prorrogação do auxílio emergencial
TRAGICO ACIDENTE
Menino de 9 anos morre enforcado com corda de balanço