Menu
SADER_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Anatel tem cinco dias para criar SMS para ligações de emergência

24 Set 2010 - 08h52Por Justiça Federal de São Paulo

A Justiça Federal de São Paulo determinou que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) apresente um cronograma de regulamentação e funcionamento, no prazo de cinco dias, do uso de serviço de mensagens curtas (SMS) por celular para ligações de emergências.

A decisão do juiz-substituto Douglas Camarinha Gonzales, da 7ª Vara Cível Federal, é de quarta-feira (22/9) e, caso não cumpra o prazo, a agência será multada em R$ 10 mil por dia.

Em Ação Civil Pública, o Ministério Público Federal pede a regulamentação do serviço de SMS para que portadores de deficiência auditiva e da fala possam mandar mensagens de emergência ou denúncia à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros.

A Anatel entrou com pedido de tutela antecipada e obteve 60 dias para fazer a regulamentação.

Como o prazo não foi cumprido, o MPF pediu a aplicação de multa diária.

No entanto, foram concedidos mais 10 dias para apresentação do cronograma para operacionalização do serviço. Novamente, o MPF apontou que a determinação judicial não foi cumprida e requereu a aplicação da multa diária.

Em sua decisão, o juiz afirmou que, “embora determinado que a Anatel procedesse à regulamentação do serviço, isto não ocorreu até o presente momento”.

Porém, ele destacou que a Resolução 477/2007, que regulamenta o serviço pessoal móvel, não fala sobre o serviço de mensagem, como pede o MPF, motivo pelo qual foi dada a tutela antecipada.

“Na norma citada, não se está referindo a chamadas, mas sim a mensagens, considerando-se as especificidades dos termos utilizados pela própria Anatel.

Chamada não se confunde com mensagem, nem para o leigo, nem para o técnico.

E tanto é assim que para efeito dos planos de assinatura de serviço móvel, as mensagens excedentes são cobradas separadamente das chamadas.”

Para Gonzales, a questão deve ser regulada sem interpretações tortuosas, para que não prejudique aqueles ao qual é assegurado, constitucionalmente, maior atenção do Estado.

Dessa forma, o juiz concedendo prazo para que a Anatel apresente o cronograma, com especificação de datas para integração das plataformas utilizadas pelas operadoras, pela PM e pelo Corpo de Bombeiros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada