Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 17 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Anatel: Brasil encerra 2010 com 202,9 milhões de celulares

19 Jan 2011 - 13h43Por Terra

O Brasil encerrou o ano de 2010 com 202,94 milhões de celulares, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O número absoluto de novas habilitações em 2010 é o maior dos últimos onze anos.

 

No ano, o Serviço Móvel Pessoal (SMP) registrou 28,98 milhões de novas habilitações, crescimento de 16,66% em relação a 2009. Com isso, o País chegou a 104,68 acessos por cada 100 habitantes, índice 15,60% maior em comparação com o ano anterior.

 

Ao final de 2010, 16 Estados chegaram à marca de mais de um celular por habitante. O Distrito Federal é o ente da federação com maior densidade (número de acessos por 100 habitantes). São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul ocupam as posições seguintes, respectivamente.

 

A Anatel registrou 5,4 milhões de habilitações em dezembro (crescimento de 2,74% em relação ao mês anterior), o maior número registrado no último mês do ano desde 1999.

 

Do total de celulares em operação no País, 167 milhões são pré-pagos (82,34% ) e 35,8 pós-pagos (17,66%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa cria calendário para liberar nova rodada de dinheiro do FGTS
TRAGEDIA AÉREA
Acidente aéreo mata sócio da Raizen e outras seis pessoas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Um missionário irado e inquieto