Menu
SADER_FULL
quinta, 22 de abril de 2021
Busca
Brasil

Amizade com Alonso fez Trulli ser demitido

2 Ago 2004 - 15h44

O italiano Flavio Briatore, diretor da Renault, explicou nesta segunda-feira que o italiano Jarno Trulli foi dispensado porque estava muito amigo do espanhol Fernando Alonso, o que acabava prejudicando a saudável competição entre os pilotos, que os motiva a melhorar ao máximo o desempenho.

"Foi uma decisão muito difícil, pois hoje é o Trulli quem está por cima em relação ao Fernando (ele tem 46 pontos, contra 39 do espanhol). Na verdade, Jarno e Fernando são amigos. Nós precisamos de competição dentro do time para melhorarmos nosso desempenho. Fiz isso para motivar Alonso, que é o nosso futuro. Estou tranqüilo em relação ao Trulli. Eu gerenciei sua carreira por mais de 10 anos, agora chegou a hora de ele seguir sozinho. Ele é um ótimo piloto e uma pessoa corajosa."

Sobre o italiano Giancarlo Fisichella, que em 2005 será o companheiro de Alonso, Briatore disse o que espera: "Estamos dando a Fisichella e chance de sua vida. No ano que vem, esperamos brigar pelo título e ele terá um papel importante nesse processo", declarou Briatore.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA EM CACHOEIRA
Mãe e filha morrem vítima de tromba d'gua em cachoeira; cunhado também morreu
ASSÉDIO À MENOR
Pastor é investigado após ser filmado beijando e oferecendo dinheiro a adolescente de 14 anos
UTRAPASSAGEM FATAL
Tio e sobrinho morrem "esmagados" por caminhão em rodovia
FATALIDADE
Bebê morre eletrocutado após morder fio de carregador de celular
AJUDA DO GPS
Após ficar 30h desaparecida, médica é encontrada em ribanceira com ajuda de GPS de celular
REVOLTANTE
A intérprete que descobriu na aula de Libras que pastor abusava de adolescente
BRASIL - 381.687 MORTES
Brasil passa de 380 mil mortes por Covid; mais de 3 mil delas foram registradas nas últimas 24 horas
BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19