Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 15 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Americanos criam site para vender produto para bebê no Brasil

16 Mai 2011 - 08h13Por Conjuntura

Os americanos Kimball Thomas e Davis Smith estão desenvolvendo um site de compras de produtos para bebês desenhado especificamente para o Brasil.
 
A ideia de vender fraldas, carrinhos, papinhas, roupas e outros itens surgiu após um colega de faculdade brasileiro de Smith lhe dizer que, no Brasil, os produtos para bebês são muito caros.
 
Smith comentou a história com seu primo Thomas, que já havia visitado o Rio de janeiro durante as férias. Thomas, por sua vez, disse que, no Rio, teve de ir a três lojas diferentes para encontrar um pacote de fraldas do tamanho do filho.
 
Logo eles resolveram criar o site baby.com.br, que deve entrar no ar no mês que vem --o projeto foi premiado em um concurso de melhores planos para empresas iniciantes em Harvard, quando eles ainda eram alunos nas faculdades de administração de Warthon e Harvard, ambas nos EUA.
 

"Há uma falta de talento em comércio eletrônico [no Brasil], o que também pode ser visto como uma vantagem, já que nenhum competidor em potencial no ramo de produtos para bebês tem experiência com comércio online", diz Smith.
 
Isso num pais onde mais de 3 milhões nascem a cada ano, segundo o Banco Mundial.
 
EMPREENDEDORISMO

Thomas e Smith fazem parte de um grupo de recém-formados que rejeita inícios de carreiras em bancos de investimentos, fundos e consultorias e outros ramos mais tradicionais para começarem seus próprios empreendimentos
 
Segundo reportagem New York Times, essa é uma tendência que se acelera depois da crise financeira, à medida que Wall Street perde seu brilho e o Vale do Silício floresce com novas empresas iniciantes de muitos bilhões de dólares.
 
Com as famílias, eles procuram casas para morar com em São Paulo, cidade que escolheram para sede do empreendimento. Smith se mostra extremamente confiante no desempenho econômico do Brasil. "Vai ser um dos países que vão explodir com crescimento e oportunidade na próxima década", afirma.
 
Eles esperam enfrentar algumas dificuldades tipicamente brasileiras, como o sistema de impostos complicado.
 
Os primos ainda não se sentem à vontade para falar sobre o número de pais que pretendem alcançar com o negócio. "Mas sentimos que há uma grande necessidade por uma boa distribuição de produtos ligados à bebês no país, e os pais vão poder contar com a gente", afirma Smith.
 
Inicialmente, o serviço vai atender em pelo menos 24 horas as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba. Clientes de lugares de acesso mais difícil, como algumas cidades da região Norte, irão receber os produtos com um prazo de 48 horas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS
COM DESCONTOS
Veja as opções de pagamento do IPVA com desconto
CASA PRÓPRIA
Casa Verde e Amarela substitui Minha Casa Minha Vida com opção para renegociar dívidas e menos juros
FINALISTA LIBERTADORES
Santos atropela Boca Jr e terá o Palmeiras numa final Brasileira
TRAGÉDIA NA PONTE
Motorista morre após caminhão cair de ponte