Menu
SADER_FULL
quarta, 3 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
triângulo amoroso

Amarilys não engravidou após transar com Eron em "Amor à Vida"; entenda

Amarilys vai descobrir que não engravidou de Eron

10 Set 2013 - 10h12Por Uol

Amarilys (Danielle Winits) vai descobrir que não engravidou de Eron (Marcello Antony) por conta de uma transa entre os dois na trama da novela global "Amor à Vida". De acordo com informações do jornal "O Globo" da segunda-feira (9), a última tentativa de inseminação artificial antes da relação sexual deu certo.

Após mais um sangramento, ela transou com Eron e logo depois soube que estava grávida. Como Niko e Eron cederam esperma para a fertilização, o advogado não será necessariamente o pai da criança.

O bebê nascerá no capítulo do dia 26 de setembro e vai deixar a relação de Eron com Niko (Thiago Fragoso) complicada. A dermatologista vai evitar ao máximo que o dono do restaurante tenha contato com a criança e ainda vai se declarar para Eron.

 

Divulgação/TV Globo

Amarilys (Danielle Winits) entre Niko (Thiago Fragoso) e Eron (Marcello Antony)

Amarilys (Danielle Winits) entre Niko (Thiago Fragoso) e Eron (Marcello Antony)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial