Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 5 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Alterações no vestibular da USP poderão ser revistas até o final de abril

1 Abr 2011 - 07h16Por Agência Brasil

As mudanças no vestibular da Universidade de São Paulo (USP), anunciadas hoje (31) pelo Conselho de Graduação da entidade, poderão ser revistas até o final de abril, data máxima para que as alterações tenham efeito no próximo certame que será feito em duas etapas, no final de 2011 e começo de 2012.

O conselho reuniu-se hoje para debater sete propostas de alteração no vestibular. Apenas duas foram aprovadas: a alteração no sistema de pontuação dos candidatos que estudaram em escolas públicas, e a necessidade da comprovação, por parte do candidato, de conclusão do ensino médio. Candidatos que ainda não concluíram o ensino médio poderão prestar o vestibular, mas exclusivamente para treino.

Cinco propostas não aprovadas hoje, como a alteração na nota mínima para o candidato passar à segunda fase do vestibular, voltarão a ser debatidas nas próximas reuniões do conselho.

De acordo com a pró-reitora de graduação, Telma Zorn, eventuais mudanças nas próximas reuniões poderão afetar os itens aprovados hoje.

Segundo decisão do conselho, no próximo vestibular, os alunos que cursaram os ensinos médio e fundamental em escolas públicas terão a nota da prova aumentada em, no mínimo, 3% se atingirem a nota mínima exigida para passar para segunda fase do certame. Esse bônus poderá chegar a 15% se o candidato acertar 60 das 90 questões da prova. O bônus será computado também na segunda fase do vestibular. O bônus estava limitado a 12%.

Para os candidatos que cursaram apenas o ensino médio em escolas públicas, o bônus será de, no mínimo, 4% (se atingirem a nota mínima para passar para a segunda fase), podendo chegar a 8%, em caso de acerto de dois terços da prova (60 questões).

De acordo com a pró-reitora, as mudanças servirão para aumentar o número de estudantes de escolas públicas na universidade. Hoje, dos 11 mil alunos da universidade, 25% são oriundos do ensino público.

Como já ocorreu nos último dois anos, a USP não vai usar a nota do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) na composição da pontuação de seu vestibular.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário