Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 12 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Alta internacional do açúcar favorecerá balança comercial

5 Nov 2010 - 16h57Por Agência Brasil

A alta internacional do preço do açúcar afetará positivamente a balança comercial brasileira, mas não colocará em risco os estoques do produto no país nem afetará – pelo menos de imediato – o preço do etanol. No entanto, para o mercado interno, a tendência é que o consumidor acabe pagando um preço mais alto, tanto para o açúcar como para os seus derivados. As afirmações são do diretor de Cana-de-Açúcar, Água e Energia do Ministério da Agricultura, Cid Caldas.

Ele explica que a alta internacional foi motivada pelos efeitos da quebra de safra ocorrida na Índia. “Essa situação nos ajudará a ter uma balança comercial mais favorável. Só que o preço no mercado interno certamente subirá”, disse o diretor à Agência Brasil, sem estimar de quanto será esse aumento.

Segundo ele, em 2009 o preço médio da saca de 50 quilos de açúcar estava em R$ 47. “Esse preço vinha se mantendo até os últimos meses. Só que, com o cenário internacional favorecendo a alta do produto, já estamos registrando, neste ano, uma média de R$ 57 para a saca”.

Caldas garante não haver risco de haver desabastecimento de açúcar no mercado interno. Mas acredita que a demanda mundial afetará o preço para o consumidor brasileiro. "Como o açúcar é utilizado para a fabricação de diversos produtos, como doces, sorvetes e refrigerantes, é possível que a alta se estenda a outros produtos. Mas não ao etanol."

“A margem para mudar a destinação da cana para a produção de açúcar ou de etanol é pequena. Atualmente, 55% são destinados à produção de açúcar, e 45% à de etanol. Essa previsão foi decidida no início da safra, pelo programa de financiamento de estoques. Tudo está devidamente certificado e, além dos mais de 2 bilhões de litros estocados, há também os já contratados”, acrescenta Caldas.

Após a quebra de sua safra de açúcar, a Índia se tornou a maior compradora do açúcar produzido no Brasil. De um total de 33 milhões de toneladas produzidas em 2009, 24 milhões foram exportadas. Desse volume, 19% – ou 4,6 milhões de toneladas – foram para a Índia. Em segundo lugar está a Rússia, que importou 2,7 milhões de toneladas.

Este ano, até outubro, o Brasil produziu 27 milhões de toneladas do produto. Dezenove milhões tiveram como destino o mercado externo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA CORONAVIRUS
Filho de ex-jogador famoso vende geleias e não vê o pai há nove anos
SOB INVESTIGAÇÃO
Maria Aldenir lutou com assassino, mas viu a filha ser morta com 24 facadas
AVANÇO DA PANDEMIA
Mais 903 casos e 33 mortes por coronavírus foram registrados em 24h em MT
BRASIL - 71.515 MORTES
Brasil tem 1.842.127 casos de Covid-19, aponta consórcio de veículos da imprensa em boletim das 8h
MAIS UM
Vírus com potencial pandêmico é detectado pela Fiocruz no Paraná
VÍTIMAS DE COVID-19
Mãe de médico morre horas após o filho e dois dias após o pai, vítimas da covid
VÍTIMA DE COVID-19
Covid tira de cena um dos últimos montadores do carro brasileiro
CD TRIBUTO AO PADRE ZEZINHO
No ano em Padre Zezinho faz 79 anos, Manoel Caires lança seu primeiro CD 'Tributo ao Padre Zezinho'
PAGAMENTO DO AUXILIO
Confira o calendário para saque em dinheiro do auxílio emergencial
AUXILIO EMERGENCIAL
Governo vai liberar mais 1,5 milhão de auxílios. Saiba como reclamar se o seu for negado