Menu
SADER_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

ALL quer investir no transporte de minério em MS

19 Mai 2010 - 10h48Por Conjuntura Online

A ALL estuda investir no transporte de minério de ferro em Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Segundo o diretor de Relações com Investidores da empresa, Rogério Barros Mauro de Campos, as minas da região têm capacidade para produzir de 15 milhões a 25 milhões de toneladas por ano e ainda estão subaproveitadas pela falta de uma alternativa logística mais eficiente.

As empresas que atuam em Corumbá (Vetorial, Vale, ArcelorMitttal) usam barcaças para escoar a produção via rios Paraguai e Paraná. Temos potencial de competitividade maior do que o das barcaças, completa o diretor de industrializados da ALL, Sérgio Luiz Nohus.

Os executivos não adiantam em que nível estão os estudos para ampliar a atuação da companhia no transporte de minério de ferro, mas revelam que a decisão depende de uma saída portuária para o projeto.

As opções hoje em pauta são o escoamento por meio da construção de um porto da ALL próximo ao Porto de Santos, em São Paulo, ou via Porto de Sepetiba, no Rio de Janeiro.

Nesse último caso, seria necessário que o minério de ferro também fosse transportado pelas ferrovias da MRS Logística, que opera os ramais de acesso ao porto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'
COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'