Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 13 de junho de 2021
Busca
Brasil

Aliados reagem ao apoio de Nelsinho à ministra Dilma Roussef

29 Jan 2010 - 10h23Por Conjuntura Online

 Líderes de partidos aliados reagiram com surpresa as declarações de apoio do prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), à candidatura da ministra Dilma Roussef (Casa Civil) à Presidência da República.

Há dias, o prefeito prometeu pedir votos para a ministra justificando ser um gesto de lealdade a quem tem investido muito na Capital.

Nelsinho referiu-se, entre os investimentos do governo federal, a liberação de R$ 55 milhões para aplicação em mobilidade urbana e outros R$ 8 milhões para pavimentação asfáltica e combate a enchentes.

“Recebi a notícia com supresa. Acho uma posição extremamente pessoal e precipitada”, avaliou o deputado estadual Zé Teixeira, vice-presidente reginal do DEM, em entrevista nesta quinta-feira na Capital, onde esteve participando do ato de entrega de motoniveladoras à prefeituras.

Zé Teixeira sugeriu que o prefeito até poderia se posicionar favorável a Dilma Roussef, até porque a ministra deve caminhar junta com o PMDB, conforme o encaminhamento da aliança nacional entre as duas legendas, mas deveria ao menos esperar um posicionamento do governador André Puccinelli (PMDB).

“O prefeito deveria ter aguardado o tempo chegar, até porque ele faz parte da mesma coligação que o DEM e o PSDB”, lamentou o deputado, acreditando que trata-se de uma posição extremamente isolada e pessoal.

Líderes do PSDB também devem se reunir para discutir essa tendência de apoio de um peemedebista à candidatura de Dilma Roussef, conforme adiantou nesta quinta-feira o deputado estadual Ary Rigo (PSDB), após conversar sobre o assunto com o presidente regional tucano e colega de Assembléia Legislativa, Reinaldo Azambuja.

Particularmente, André Puccinelli está cético em relação a eventual apoio a ministra e ao governador de São Paulo, José Serra (PSDB), fato que tem deixado os dirigentes de partidos aliados ansiosos quanto à composição da chapa majoritária que disputará o governo de Mato Grosso do Sul em outubro.

Interferência

O presidente Lula e a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, serão chamados no início de março para intervir nos Estados, inclusive Mato Grosso do Sul, em que o partido não conseguir fechar acordo com o PMDB, conforme reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

A idéia é tentar convencer o ex-governador Zeca do PT a deixar o espaço livre para o projeto de reeleição do governador André Puccinelli (PMDB), embora o presidente nacional do PT, deputado federal Ricardo Berzoini (SP) considere o caso como perdido, ou seja, confronto inevitável em outubro entre os dois adversários.

"Em alguns lugares não podemos nos iludir", disse Berzoini, referindo-se a Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, onde os rivais devem se confrontar nas eleições deste ano.

Nessas localidades, os líderes petistas, reunidos ontem, trataram de casos mais dramáticos, onde há pouca esperança de acordo e o confronto é inevitável.

A primeira interferência deve ser em Minas Gerais, onde o ministro Hélio Costa, do PMDB, disputa com os petistas Patrus Ananias e Fernando Pimentel a candidatura a governador.

Durante a reunião, dirigentes das duas legendas chegaram ao consenso de que lançar dois candidatos da base aliada no Estado seria "suicídio eleitoral": "A cultura política de lá não facilita a transferência de votos no segundo turno", disse Berzoini.

Já no Pará e na Bahia, Estados em que PT e PMDB já se conformaram em ter dois candidatos, eles vão definir regras: "Temos que ter uma proposta de procedimentos, com eles indo nos dois palanques, não indo em nenhum, ou juntando os palanques", disse o presidente eleito do PT, José Eduardo Dutra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta