Menu
SADER_FULL
sábado, 4 de dezembro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Aliados reagem ao apoio de Nelsinho à ministra Dilma Roussef

29 Jan 2010 - 10h23Por Conjuntura Online

 Líderes de partidos aliados reagiram com surpresa as declarações de apoio do prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), à candidatura da ministra Dilma Roussef (Casa Civil) à Presidência da República.

Há dias, o prefeito prometeu pedir votos para a ministra justificando ser um gesto de lealdade a quem tem investido muito na Capital.

Nelsinho referiu-se, entre os investimentos do governo federal, a liberação de R$ 55 milhões para aplicação em mobilidade urbana e outros R$ 8 milhões para pavimentação asfáltica e combate a enchentes.

“Recebi a notícia com supresa. Acho uma posição extremamente pessoal e precipitada”, avaliou o deputado estadual Zé Teixeira, vice-presidente reginal do DEM, em entrevista nesta quinta-feira na Capital, onde esteve participando do ato de entrega de motoniveladoras à prefeituras.

Zé Teixeira sugeriu que o prefeito até poderia se posicionar favorável a Dilma Roussef, até porque a ministra deve caminhar junta com o PMDB, conforme o encaminhamento da aliança nacional entre as duas legendas, mas deveria ao menos esperar um posicionamento do governador André Puccinelli (PMDB).

“O prefeito deveria ter aguardado o tempo chegar, até porque ele faz parte da mesma coligação que o DEM e o PSDB”, lamentou o deputado, acreditando que trata-se de uma posição extremamente isolada e pessoal.

Líderes do PSDB também devem se reunir para discutir essa tendência de apoio de um peemedebista à candidatura de Dilma Roussef, conforme adiantou nesta quinta-feira o deputado estadual Ary Rigo (PSDB), após conversar sobre o assunto com o presidente regional tucano e colega de Assembléia Legislativa, Reinaldo Azambuja.

Particularmente, André Puccinelli está cético em relação a eventual apoio a ministra e ao governador de São Paulo, José Serra (PSDB), fato que tem deixado os dirigentes de partidos aliados ansiosos quanto à composição da chapa majoritária que disputará o governo de Mato Grosso do Sul em outubro.

Interferência

O presidente Lula e a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, serão chamados no início de março para intervir nos Estados, inclusive Mato Grosso do Sul, em que o partido não conseguir fechar acordo com o PMDB, conforme reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

A idéia é tentar convencer o ex-governador Zeca do PT a deixar o espaço livre para o projeto de reeleição do governador André Puccinelli (PMDB), embora o presidente nacional do PT, deputado federal Ricardo Berzoini (SP) considere o caso como perdido, ou seja, confronto inevitável em outubro entre os dois adversários.

"Em alguns lugares não podemos nos iludir", disse Berzoini, referindo-se a Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, onde os rivais devem se confrontar nas eleições deste ano.

Nessas localidades, os líderes petistas, reunidos ontem, trataram de casos mais dramáticos, onde há pouca esperança de acordo e o confronto é inevitável.

A primeira interferência deve ser em Minas Gerais, onde o ministro Hélio Costa, do PMDB, disputa com os petistas Patrus Ananias e Fernando Pimentel a candidatura a governador.

Durante a reunião, dirigentes das duas legendas chegaram ao consenso de que lançar dois candidatos da base aliada no Estado seria "suicídio eleitoral": "A cultura política de lá não facilita a transferência de votos no segundo turno", disse Berzoini.

Já no Pará e na Bahia, Estados em que PT e PMDB já se conformaram em ter dois candidatos, eles vão definir regras: "Temos que ter uma proposta de procedimentos, com eles indo nos dois palanques, não indo em nenhum, ou juntando os palanques", disse o presidente eleito do PT, José Eduardo Dutra.

Leia Também

ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio